28/04/2020 às 08h30min - Atualizada em 28/04/2020 às 08h30min

"SOS Graxa Uberlândia" arrecada cestas básicas para profissionais envolvidos em produções culturais

Projeto solidário já tem adeptos em São Paulo e Rio de Janeiro

IGOR MARTINS
Setor cultural é um dos mais afetados com a pandemia do novo coronavírus | Foto: Divulgação
Um show ou espetáculo cultural é muito mais do que as apresentações em si. Por trás de toda a qualidade sonora, jogos de luzes e organização dentro de um evento, há um trabalho árduo por trás dos palcos para que tudo saia dentro dos conformes. Além das performances, há a trabalheira realizada por produtores, roadies, equipes de limpeza e segurança, profissionais de divulgação, além de garçons e carregadores de equipamentos.

Com a pandemia do novo coronavírus, o setor cultural se tornou um dos principais afetados e quem sobrevive de eventos culturais tem passado por dificuldades desde o decreto de isolamento social. Pensando nisso, produtores de Uberlândia lançaram uma iniciativa para ajudar estes profissionais com cestas básicas e materiais de higiene pessoal.

O “SOS Graxa Uberlândia” é uma adaptação do “SOS Graxa”, que surgiu no Rio de Janeiro no mês passado. Músicos da cidade carioca se reuniram para ajudar quem depende de apresentações culturais para sobreviver. A campanha já está presente em municípios como São Paulo e Belo Horizonte.

Idealizador da iniciativa em Uberlândia, Joeme de Souza resolveu dar início à ação e já atendeu aproximadamente 100 pessoas em cerca de 20 dias de arrecadações. Segundo ele, a proposta mostra a importância em preservar o setor cultural local em momentos tão difíceis como este.

“A área cultural é o setor mais afetado, porque vai ser o último a voltar. É um setor que depende muito de todos os outros setores. Para as pessoas saírem para curtirem um show, a economia precisa estar forte”, disse.

Produtor cultural, Souza estava prestes a lançar um novo trabalho quando ocorreu o surto da Covid-19 no Brasil. Mesmo trabalhando em eventos há anos, ele afirma que nunca havia parado para pensar quantas pessoas são envolvidas em uma produção. “São vários profissionais que participam diretamente e que precisam desta atividade. Muitos deles, inclusive, são freelancers, e agora não têm condições nem de comer”, explicou.

DIFICULDADES
A produtora de camarins artísticos Priscila Franco foi uma das beneficiadas pelo SOS Graxa Uberlândia. Com o desemprego e a situação causados pela pandemia do vírus, ela se cadastrou na campanha e recebeu em casa cesta básica, produtos de limpeza e materiais de higiene pessoal.

Em entrevista ao Diário, Priscila afirmou que muitas pessoas na cidade estão passando ou vão passar por grandes dificuldades até que tudo volte ao normal. “Eu lido com muitas pessoas envolvidas em eventos, desde a equipe de limpeza até o pessoal do bar, som e iluminação. Sabemos que a realidade não é fácil”, disse.

As arrecadações e os cadastros de profissionais acontecem por meio das redes sociais da campanha, pelo Instagram e Facebook do SOS Graxa Uberlândia, ou pelo e-mail [email protected] e também pelos telefones (34) 99167-6167, (34) 99183-4169 e (34) 99280-0107. 

INFORMAÇÕES
(34) 99167-6167
(34) 99183-4169
(34) 99280-0107










 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »