20/04/2020 às 11h32min - Atualizada em 20/04/2020 às 11h32min

Vagas em abrigos públicos de Uberlândia são ampliadas durante pandemia

Município arrecadou 200 camas provisórias para auxiliar população em situação de rua na cidade

DA REDAÇÃO
Foram doadas 200 camas provisórias feitas com papelão reforçado | Foto: PMU/Divulgação
Além dos 160 leitos nos quatro abrigos subvencionados pela Prefeitura de Uberlândia, para atendimento da população em situação de rua, o Município conseguiu a doação de 200 novas camas provisórias para ampliar o número de vagas nos abrigos públicos em caso de lotação. 

A doação foi feita pela empresa Smurfit Kappa e as camas foram construídas por uma técnica de dobradura de papelão para sustentar o colchão. Os itens já estão sendo montados e colocados à disposição da comunidade. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação (Sedesth), desde o início da pandemia vêm sendo intensificadas as ações voltadas ao acolhimento de pessoas que vivem na rua. 

As medidas da começaram há cerca de um mês quando todas as pessoas abrigadas no Ceami Martins foram transferidas para outros equipamentos. Dessa forma, a unidade ficou à disposição para receber novas pessoas que estavam nas ruas, sem risco de contaminarem quem já estava abrigado. 

Foi disponibilizado ainda álcool em gel em todos os locais e as equipes da pasta estão percorrendo as vias e pontos de aglomeração de Uberlândia para abordar as pessoas e convidá-las para se alojarem. Nos espaços, elas têm à disposição estrutura completa de higienização como chuveiro, toalhas, cobertores, roupas limpas, além de alimentação e agasalhos. 

O prefeito Odelmo Leão explicou que o trabalho da área social foi redobrado nesta época. “Mais do que nunca, é muito importante que todas as pessoas tenham o nosso apoio em um momento difícil como esse. Portanto, mantenho meu compromisso de oferecer as condições para que todo o nosso povo esteja protegido, principalmente as pessoas mais vulneráveis”, destacou.

ABRIGOS
Quem quiser relatar a presença de pessoas em situação de rua ou propor doações pode contatar o Centro de Referência para População de Rua e Migrante pelo número 9 9668-5392. Também há a possibilidade de entrar em contato diretamente com as Organizações da Sociedade Civil parceiras do Município, confira:

 
  • Ceami Martins: rua Carmo Gifone, nº1.15.
    Telefone: 3215-3746

     
  • Ceami Santa Mônica: rua João Limírio dos Anjos, nº 1.043
    Telefone: 3225-3270

     
  • Icasu: rua das Paineiras, nº 1.295, bairro Jardim Célia
    Telefone: 3219-2448

     
  • Grupo Ramatisiano: avenida João Pinheiro, nº 3.150
    Telefone: 3222-2587




 


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »