15/04/2020 às 18h11min - Atualizada em 15/04/2020 às 19h46min

Odelmo Leão anuncia reabertura de alguns estabelecimentos comerciais

Medidas foram recomendadas pelo Comitê Municipal em Uberlândia e anunciadas pelo prefeito em rede social nesta tarde (15)

CAROLINE ALEIXO
Prefeito também informou sobre a chegada dos 100 primeiros testes rápidos para a rede de saúde | Foto: Reprodução/Facebook
O prefeito Odelmo Leão informou, na tarde desta quarta-feira (15), que vai autorizar a reabertura gradual de alguns estabelecimentos comerciais mediante ações de prevenção à Covid-19. O anúncio foi feito durante transmissão ao vivo na página do Facebook da Prefeitura de Uberlândia, mas não informa a partir de quando valerá a recomendação para funcionamento. O Diário questionou o Município sobre a previsão, mas não teve resposta. 

Segundo o prefeito, os funcionamentos partem de recomendação do Comitê Municipal de Enfrentamento ao novo coronavírus. Odelmo reforçou que estarão autorizadas a reabrir, inicialmente, óticas, certificadores digitais, lojas de peças de informática, assistências técnicas, barbearias e salões de beleza. Contudo, os empresários terão que se comprometer com as medidas recomendadas e assinar documento perante o Município assumindo as responsabilidades.

Entre as recomendações estão a disponibilização de álcool em gel aos clientes e funcionários, uso obrigatório de máscaras no interior da loja e reforço na higienização dos estabelecimentos. 

Também entram na lista as lojas que comercializam embalagens em virtude da demanda delivery de bares e restaurantes, que já sinalizam falta desses itens para entregar as refeições aos clientes, além de imobiliárias, que poderão funcionar de forma parcial. 

 
“Vamos autorizar que a imobiliária abra para o seu cliente que queira negociar seu contrato, queira cancelar um contrato ou queira fazer um ajustamento ao proprietário do imóvel. Então são essas iniciativas que o comitê está me recomendando e eu vou tomar as medidas que terei que tomar. Vamos acompanhar e fiscalizar”, informou o prefeito. 

A Prefeitura informou que, para funcionar, os proprietários precisarão assinar um Termo de Responsabilidade disponibilizado no Portal da Prefeitura de Uberlândia e enviar uma cópia digitalizada do documento assinado para o e-mail [email protected] A via original deverá ser mantida obrigatoriamente no estabelecimento, podendo ser exigida pela equipe de fiscalização durante as operações de rotina.

Veja o vídeo com o pronunciamento do prefeito abaixo:






Outros funcionamentos
Há duas semanas, o prefeito também publicou nas redes sociais uma lista de serviços essenciais que podem funcionar, desde que atendendo as medidas para evitar a propagação do contágio do vírus na cidade. São eles: 

 
  • Oficinas mecânicas
  • Borracharias
  • Lojas de autopeças
  • Estabelecimentos comerciais de produtos de limpeza
  • Materiais de construção e construtoras
  • Indústrias de um modo geral
  • Restaurantes e lanchonetes 
  • Padarias
  • Farmácias e drogarias
  • Laboratórios de análises clínicas e hospitais, materiais clínicos e hospitalares
  • Mercados, supermercados, hipermercados e sacolões
  • Agências lotéricas
  • Postos de combustíveis e distribuidores de gás
  • Lojas de conveniência
  • Atividades de delivery
  • Açougues e peixarias
  • Serviços de táxi e aplicativos de transportes 
  • Hotéis e similares
  • Serviços de funerárias e cemitérios
  • Clínicas veterinárias e venda de alimentação para animais
  • Lojas de atividades agrícolas e pecuárias
  • Serviços de TI e processamento de dados

Poderão funcionar a partir da nova recomendação:
 
  • Óticas
  • Lojas de peças de informática
  • Assistências técnicas
  • Barbearias e salões de beleza (sem aglomeração e apenas mediante horário marcado)
  • Lojas de embalagens
  • Imobiliárias (parcialmente)
  • Certificadores digitais

NOVIDADES
Durante a live no Facebook, o prefeito também informou sobre a chegada dos primeiros 100 novos testes rápidos para atestar a Covid-19 e o aparelho para a realização do exame. Os kits serão usados pela rede pública aos pacientes com primeiros sintomas do coronavírus que estão internados nas Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) e no Hospital Municipal. 

O Município também recebeu 30 mil comprimidos de hidroxicloroquina que foram comprados para ser ministrados nos pacientes conforme orientação médica. O medicamento utilizado para tratar doenças como malária e lúpus passa por pesquisas que demonstram eficiência também contra o coronavírus. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já recomendou o uso para pacientes que apresentam os sintomas da Covid-19 e estão em estado grave.

Leão ainda comentou sobre reuniões que tem feito com representantes de instituições financeiras para disponibilização de linhas de crédito para comerciantes e demais empresários da cidade. Mais detalhes serão divulgados em breve.













 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »