08/04/2020 às 18h56min - Atualizada em 08/04/2020 às 18h56min

Uberlândia pode ter mais de 46 mil casos suspeitos de Covid-19 até junho

Projeção foi apresentada pela Prefeitura nesta quarta-feira (8); boletim aponta 56 casos confirmados até o momento

DA REDAÇÃO
Prefeito Odelmo Leão manteve discurso para reforçar as medidas de isolamento social | Foto: PMU/Divulgação
Um estudo apresentado pela Prefeitura de Uberlândia na tarde desta quarta-feira (8) apontou que a cidade pode registrar, mesmo com as medidas de isolamento social, mais de 46 mil casos suspeitos do novo coronavírus até o mês de junho. 

Em relação às Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), o cenário é mais alarmante. No fechamento do estudo, eram 23 leitos de unidade intensiva ocupados e 27 de enfermaria. A previsão de pacientes hospitalizados em decorrência da enfermidade é de 593 em leitos de UTI e 696 nas enfermarias até o dia 3 de junho o que, segundo o Município, colapsaria a rede de saúde.  

“Não temos condições de criar 500 leitos de UTI. O sistema não vai aguentar. Estamos reativando o antigo Hospital Santa Catarina para dar um alívio à nossa rede que já está sobrecarregada. Mais da metade das internações hoje estão no Hospital Municipal. Ainda estamos conseguindo atender, mas se não houver a colaboração da sociedade, não vamos vencer essa batalha. Temos um feriado prolongado, as pessoas precisam ficar em casa e tomar todos os cuidados”, disse prefeito Odelmo Leão. 

O objetivo de apresentar a projeção foi conscientizar a população sobre ao cenário da transmissão do novo coronavírus na cidade. O levantamento mostrou também a efetividade do isolamento social voluntário para combater a proliferação, bem como a atual situação dos leitos disponíveis.

Na data da finalização do estudo, Uberlândia registrava 1.708 casos suspeitos com a medida de isolamento em vigor. Sem essa prevenção, de acordo com as projeções que foram baseadas no histórico da cidade, seriam 9.636 casos.

Ainda segundo os dados divulgados, atualmente, a relação de casos confirmados para cada 100 mil habitantes está em torno de 8,38. Número que coloca o município em estado de atenção para a Covid-19. Acima desse índice, Uberlândia entraria em estado de emergência. Por isso, o chefe do Executivo reforçou mais uma vez a necessidade de todos cumprirem as medidas do Decreto Municipal 18.553 divulgado no mês passado. 

“Esse trabalho foi feito nos últimos 16 dias. A situação não é confortável, podemos ter um cenário mais grave se não houver colaboração de todos. Tivemos uma queda na evolução dos casos após uma semana de decreto. Devemos continuar com essas medidas, tomando os cuidados, para no futuro não tomarmos medidas drásticas. Por isso, eu peço à população: fique em casa”, destacou o prefeito. 

BOLETIM
A cidade contabiliza 56 casos confirmados do novos coronavírus, segundo o boletim epidemiológico desta quarta-feira (8) divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O número de mortes em investigação pela possível contaminação do vírus segue em 10. 

Ainda de acordo com o levantamento, o município já tem 1.901 notificações suspeita de coronavírus. O boletim informa também que 475 testes já foram descartados para o vírus.

Em contrapartida, a quantidade de pacientes internados em unidades de saúde com sintomas da enfermidade segue caindo. Agora, são 48 pessoas em observação em hospitais da cidade.
Desses, 24 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 24 em leitos de enfermarias. 

A Prefeitura não informa se os pacientes já passaram por exames para confirmar ou não a contaminação do coronavírus. 

MINAS GERAIS
São 614 casos confirmados da Covid-19 em todo o estado, segundo  o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) também divulgado nesta quarta (8). O número de óbitos confirmados para a doença subiu para 14 e 97 óbitos seguem em investigação.

As mortes atestadas para o coronavírus se tratam de vítimas com idades entre 44 e 92 anos e somente duas não apresentava quadro de outras comorbidades. Os registros foram feitos nos municípios de Uberlândia (2), Belo Horizonte (6), Mariana (1), Montes Claros (1), Pouso Alegre (1), Paraisópolis (1), Varginha (1) e Ouro Fino (1). 

Em relação à quantidade de casos suspeitos pela contaminação do vírus, Minas Gerais tem 51.640.









 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »