17/02/2020 às 17h57min - Atualizada em 17/02/2020 às 17h57min

Bombeiros e Defesa Civil criam núcleos para combater incêndios na zona rural

Núcleos de Proteção e Defesa Civil serão formados em Uberlândia; estratégia tem como foco a prevenção durante o período de estiagem

DA REDAÇÃO
Reunião aconteceu no auditório Cícero Diniz do Centro Administrativo nesta segunda-feira (17) | Foto: PMU/Divulgação
A Coordenadoria Municipal da Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros se reuniram ontem para aprimorar a proposta de formar Núcleos de Proteção e Defesa Civil (Nupdecs). O objetivo é criar estratégias de prevenção e enfrentamento a incêndio na área rural e de preservação florestal em Uberlândia.

A reunião aconteceu no auditório Cícero Diniz do Centro Administrativo. O evento contou com a participação de associações rurais, demais órgãos de segurança pública e conselhos.

O secretário de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil, Emerson Aquino, destacou que as propostas consideram a proximidade do período de estiagem, comum entre julho e outubro, que aumenta a propagação de incêndios na cidade.

“Nesta primeira reunião, já teremos o formato do procedimento. Tentaremos constituir grupos nos distritos e, no segundo momento, partiremos para o treinamento e aquisição de equipamentos para que possamos enfrentar o período de estiagem que se aproxima”, explicou.

Para o capitão do 5º Batalhão de Bombeiro Militar, Haendell Costa, os Nupdecs rurais darão agilidade na identificação e combate aos incêndios. “Pretendemos catalogar os recursos, apoios, as áreas de riscos e de reflorestamento e as vias de acesso. Com esses recursos em mãos e sabendo quem pode nos apoiar, podemos ter um sucesso maior e um tempo resposta menor no atendimento aos incêndios”, finalizou ele.

ESTIAGEM 2019
Fogo atingiu Parque Estadual do Pau Furado em setembro do ano passado | Foto: 
Aniceto Pereira de Sousa 

No ano passado, durante o período de estiagem, o Diário de Uberlândia noticiou diversos incêndios que atingiu áreas de preservação florestal da cidade e região. O principal foi no Parque Estadual do Pau Furado que durou cerca de cinco dias e deixou um rastro de destruição, atingindo propriedades rurais vizinhas.

O fogo começou próximo à Cachoeira do Marimbondo e também atingiu estruturas do parque. Bombeiros, brigadistas, policiais militares, equipes da defesa civil e servidores do Instituto Estadual de Florestas (IEF) trabalharam no combate ao incêndio. O local chegou a ser fechado para visitação.








 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »