24/01/2020 às 10h09min - Atualizada em 24/01/2020 às 10h09min

Orçamento da UFU deve ser quase 10% menor em 2020

Verba para o Hospital de Clínicas também será menor, aproximadamente 17%

VINÍCIUS LEMOS
Instituição tem previstos quase R$ 964,8 milhões para os gastos deste ano | Foto: Arquivo/Diário de Uberlândia
O orçamento para a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) em 2020 será quase 10% menor que o previsto ano passado, segundo aponta dados do Ministério da Educação. Com outros R$ 263,1 milhões previstos para 2020, o Hospital de Clínicas da UFU também teve o orçamento reduzido em aproximadamente 17% no comparativo com o ano anterior. De maneira geral, o dinheiro reservado para o Ministério da Educação vai ser menor em quase R$ 20 bilhões.

De acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias do Governo Federal, a UFU tem previstos quase R$ 964,8 milhões para os gastos deste ano. O valor é R$ 105,5 milhões a menos que o montante reservado em 2019 para a instituição.

No fim do primeiro trimestre do ano passado, em meio a um contingenciamento do Governo Federal, a UFU trabalhava com uma perspectiva de déficit de 8% à época e apresentava dificuldades como redução de contratações pela metade. Outras medidas adotadas depois dos três primeiros meses incluíram segurar o aumento no atendimento de demanda crescente no transporte intercampi e também a suspensão de investimentos em obras em alguns campi na região. Em outubro do ano passado houve afrouxamento do contingenciamento e a universidade informou que recebeu verbas restantes.

Procurada pelo Diário para saber se a redução pode repetir os problemas enfrentados no ano passado, a UFU informou que irá analisar o orçamento para se manifestar posteriormente.
 
HC-UFU
O orçamento do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) para o ano de 2020 tem previsão de R$ 263,1 milhões, uma queda de 17% em relação ao apresentado em 2019. Isso representa um montante R$ 53,6 milhões a menos para o andamento da principal unidade pública de saúde da região.
 
Brasil
O orçamento geral do Ministério da Educação em 2020 será de R$ 103,1 bilhões, o que representa uma redução na ordem de 16% ou R$ 19,8 bilhões a menos que no ano passado. Em 2019, a LDO previa R$ 122,9 bilhões para a pasta.

Os cortes aconteceram principalmente com pessoal, cuja redução foi R$ 14,6 bilhões e representaram 20% de redução em 2020. O custeio teve redução R$ 5,3 bilhões ou 11% no comparativo com 2019. Os investimentos terão redução de R$ 45 milhões, o que representa pequena queda, na ordem 1%.



* O texto foi atualizado às 16h37 desde sexta-feira (24). 




 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »