01/01/2020 às 10h07min - Atualizada em 01/01/2020 às 10h07min

Movimento e buracos exigem atenção maior nas rodovias que cortam Uberlândia

Polícias rodoviárias intensificam fiscalização nesta época principalmente nos trechos urbanos

VINÍCIUS LEMOS
Polícias rodoviárias reforçam fiscalizações durante período de Ano Novo até o Carnaval | Foto: Vinícius Lemos
Rodovias com problemas de segurança e com grande fluxo de veículos exigem que motoristas tenha cuidado nas viagens de fim de ano, principalmente no retorno do feriado de Ano Novo. A alta concentração do tráfego de veículos nos próximos dias na volta para casa mantém ativa a fiscalização das polícias rodoviárias Estadual e Federal.

As rodovias que estão sob responsabilidade do Estado de Minas Gerais apresentam pior situação na questão do pavimento. Trechos das MGCs 452, 497 e, principalmente, 455 ou têm buracos ou no caso na última simplesmente não estão asfaltadas, como em metade do caminho entre Uberlândia e Campo Florido. A obra de pavimentação do trecho começou em 2010 e parou em pouco mais 50% do total. Já na 497, o pior trecho está no trecho para a cidade de Prata, com asfalto avariado também no espaço urbano de Uberlândia.

Entrevistado em 2018 pelo Diário sobre o mesmo assunto, o representante comercial Aneques Porto voltou a afirmar ontem que a rodovia MGC-497 segue em estado ruim de conservação. “Eu faço a viagem constantemente (Uberlândia-Prata). Só piora e não vemos manutenção nessas rodovias. Ano passado começava a arrancar capa do asfalto, muitos buracos, vira e mexe a gente vê coisas, e piora com o asfalto ficando mais velho”, disse.

A orientação da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) é que haja cuidado em toda rodovia e que a velocidade máxima seja obedecida, considerando a possibilidade de haver buracos. A polícia ainda orienta que, em função do estado da rodovia, os motoristas evitem viagens noturnas.

DEER
Procurado, o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG) afirmou em nota que no site do órgão está disponível um quadro que serve de orientação para quem vai viajar. Nele estão as ocorrências das rodovias estaduais,
como interrupção de tráfego ou restrição de carga em pontes. Os cidadãos podem solicitar ao Departamento serviços de manutenção, por meio dos telefones 155 - opção 6 (a partir de telefonia fixa) e (31) 3069-6601 (a partir de telefonia fixa ou móvel), e-mail: [email protected], ou pelo aplicativo MGApp”.

O DEER informou ainda que ao longo do ano, nas rodovias estaduais sob sua responsabilidade, realizou os serviços de manutenção rotineira, com tapa-buracos, roçada da faixa de domínio, limpeza do sistema de drenagem e conferência da sinalização.

FEDERAIS
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os acidentes mais comuns nas rodovias sob a jurisdição de Uberlândia - BRs 050, 365 e 153 - são colisões traseiras e saídas de pista. “Nosso trecho tem mais 500 km de rodovia. A maior parte desses acidentes acontece por velocidade excessiva, falta de manutenção de pneus ou freios ruins e, principalmente, por falta de atenção”, explicou o inspetor da PRF Felipe Saad. A polícia não comenta sobre conservação das rodovias.

O agrônomo Daniel de Oliveira disse que em termos de conservação do asfalto, rodovias como a 050 e 365 estão satisfatórias, entretanto na 365 no sentido Uberlândia/Indianópolis há outros problemas de segurança. “É uma pista que não tem segurança, sem acostamento em alguns pontos. Em alguns trechos com pista dupla fica perigosa. Tinha que ter mais sinalização nesse trecho, por exemplo. De zero a 10 dou nota dois ou três em segurança”, disse.

Operações seguem
Ambas as polícias rodoviárias seguem com operações e trabalho especial na fiscalização neste início de ano. Iniciada antes do Natal, a PRF vai finalizar a chamada operação Rodovida apenas em março, após o Carnaval. Todas as equipes de fiscalização vão cobrir os trechos das estradas federais, realizando rondas e fiscalizações em pontos estratégicos, como aqueles de maior movimento, saídas de cidades e trechos com maior índice de acidentes.

A PRE afirmou que nenhum acidente com morte foi registrado do último feriado. “Intensificamos a presença da PM nas rodovias em locais estratégicos, de grande fluxo para as viagens de comemorações de fim de ano. O objetivo é o de prevenir crimes como furto, roubo, porte ilegal de arma, tráfico, embriaguez ao volante e evitar acidentes, além de coibir infrações de trânsito. Quando a PM é vista, o motorista se sente mais seguro e é desestimulada a infração”, disse o major Davi de Brito Júnior.




 

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »