28/12/2019 às 14h28min - Atualizada em 28/12/2019 às 15h54min

​Grave acidente em ponte fecha BR-050 na divisa entre Minas e Goiás

Ônibus e carro bateram de frente; uma pessoa não resistiu aos ferimentos e morreu no local

DA REDAÇÃO
Veículo ficou destruído com o impacto da batida | Foto: PRF/Divulgação
Uma pessoa morreu em um grave acidente registrado na tarde deste sábado (28), na BR-050, na ponte que faz a divisa entre os estados de Minas Gerais e Goiás. Segundo as primeiras informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o trecho foi totalmente interditado nos dois sentidos da rodovia.

Equipes da PRF e também da Eco050, concessionária que administra o trecho, foram para o local para fazer os atendimentos e sinalização da via. Não há informações sobre o quadro de saúde de outras vítimas.

O acidente foi registrado na altura do km 0, por volta das 13h30, na ponte sobre o Rio Paranaíba que fica entre Araguari e Catalão-GO. O acidente envolveu pelo menos quatro veículos, sendo dois carros de passeio, um ônibus e um caminhão. 

De acordo com as testemunhas, o ônibus que seguia sentido sul (km 314) invadiu a pista contrária e bateu de frente com o carro de passeio. Outros três veículos se envolveram no acidente sofrendo colisão traseira. 


Em imagens divulgadas pela PRF de Goiás, que atende a ocorrência, é possível ver que um dos carros envolvidos no acidente ficou completamente destruído com o impacto da batida, sendo arrastado para a barreira de proteção da ponte. 

Por volta das 14h50, a pista no sentido Brasília a São Paulo foi liberada, permanecendo interditada apenas a outra pista, com aproximadamente 3 km de congestionamento. A concessionária e a polícia realizaram o sistema de pare e siga e, após alguns minutos, liberaram todo o trecho pedindo atenção aos motoristas uma vez que o tráfego está lento no local. 

A Eco050 informou ainda que disponibiliza o número 0800 940 0700 para informações 24h sobre a rodovia ou solicitações para socorro médico e mecânico. 

 






 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »