26/11/2019 às 17h22min - Atualizada em 26/11/2019 às 18h50min

Ônibus de Uberlândia serão monitorados em tempo real por central de controle

Centro irá fazer análise e monitoramento das linhas; aplicativo para smartphones também otimizará serviço para os usuários

SÍLVIO AZEVEDO
Anúncio foi feito durante coletiva de imprensa nesta tarde (26) | Foto: Valter de Paula/PMU/Divulgação
Os usuários do transporte coletivo de Uberlândia terão mais um aliado no controle de qualidade do serviço oferecido pelas empresas, com o anúncio da implantação de um centro de controle operacional no Terminal Central. Com a implantação do novo centro de controle, será possível acompanhar em tempo real o comportamento dos 458 ônibus que atuam no transporte público municipal.

O investimento é de R$ 112 mil mensais e o contrato foi assinado com a empresa paulista Auttran, vencedora da licitação e que montará e manterá o centro. Segundo o presidente da Auttran, Alexandre Kurt Hammerschimidt, o prazo de instalação do novo sistema é de 90 dias a partir do momento que a empresa receber a ordem de serviço. Mas nem todo o serviço funcionará de uma vez.

“Será uma implantação gradual. Primeiro instalaremos o GPS nos ônibus, depois calibrar os pontos de paradas da cidade, os itinerários, as linhas e quadro de horários previstos. Vamos fazer o treinamento da equipe dentro da Secretaria de Transportes, toda a fiscalização e também nas empresas operadoras”.

Serão colocados painéis de mensagens em todos os terminais e estações de ônibus, informando previsão do horário de chegada dos próximos veículos com anúncios visuais e sonoros. Também está contemplado a criação de um aplicativo para smartphones, o Udibus, que terá o GPS integrado com outras plataformas como o Google e o Moovit.

Para que o sistema inteiro funcione, será criado um data center com todas as informações dos ônibus, baseadas nos GPS instalados, dando aos fiscais de trânsito a possibilidade de acompanhar e realizar análises preventivas de regularidade e pontualidade das rotas.

Segundo Divonei Gonçalves, secretário municipal de Trânsito e Transportes, o investimento não será repassado ao usuário através da tarifa do transporte público. “Esse valor não está agregado ao cálculo que compõe a tarifa. A ficha orçamentária da Prefeitura é separada. Esse é um custo que será pago pelo Município”.

Segundo o secretário, os painéis de mensagens serão instalados nos terminais de ônibus, estações de embarque e desembarque dos corredores das avenidas João Naves de Ávila e Segismundo Pereira, além de pontos com maiores concentrações de usuários de transporte coletivo.





 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »