13/11/2019 às 10h37min - Atualizada em 13/11/2019 às 10h37min

Polícia registra duas tentativas de homicídio em Uberlândia

Jovem sofreu agressões após envolvimento com tráfico de drogas; briga no bairro Mansour deixou dois feridos

DA REDAÇÃO

A Polícia Militar (PM) registrou duas tentativas de homicídio na noite desta terça-feira (12), em Uberlândia.

 

A primeira aconteceu por volta das 20h50, na rua Moabe, bairro Jardim Canaã. Uma viatura foi até o local depois que receber a denúncia de que um jovem de 22 anos estava sendo esfaqueado. Os militares o encontraram sujo de sangue, com um ferimento nas costas, enquanto saía de um estabelecimento.

 

Ele foi levado para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro Planalto e, depois de medicado, deu o depoimento aos policiais. O jovem disse que, há cerca de uma semana, estava conversando com uma mulher por redes sociais e que ela já tinha o convidado para vários encontros, mas que ainda não haviam saído. 

 

Ontem (12), os dois marcaram de se encontrar no bairro Canaã e ela pediu um carro de aplicativo para ele. O jovem então chegou ao destino e bateu no portão. Uma mulher abriu a porta, perguntou se ele estava armado e depois o deixou entrar, dizendo que a amiga dela ainda não estava pronta.

 

Assim que entrou no local, a vítima se deparou com quatro pessoas que conhece e que moram no bairro Lagoinha. Um deles sacou uma pistola e mandou o jovem ficar calado. Ele tentou fugir e os suspeitos o seguraram e colocaram um pano com acetona na boca dele, mas não conseguiram fazê-lo desmaiar.

 

Ainda tentando controlar o jovem, deram uma paulada na cabeça dele e uma facada nas costas. Ele conseguiu pular o muro da casa, mas continuou sendo perseguido e, por isso, se escondeu em um estabelecimento até a polícia chegar. 

 

A PM foi então até a residência que a vítima indicou e encontrou o portão entreaberto, as luzes acesas, roupas rasgadas na porta da sala, facas, um pano sujo de sangue e marcas de sangue no muro, além de telhas quebradas. Não havia ninguém no local. A perícia também foi até a casa.

 

Os policiais levantaram informações e descobriram que o jovem e os suspeitos são conhecidos por tráfico de drogas no bairro Lagoinha e que a vítima tentou matar um deles há algum tempo.

 

Também rastrearam a solicitação do carro de aplicativo, que veio do celular da moradora que abriu o portão. Ela disse à PM que uma amiga pediu o celular dela emprestado para fazer a solicitação e que entrou no banho. Quando o jovem chegou à casa, a moradora abriu o portão. Quando começaram as agressões, a mulher afirmou ter fugido do local. Ela não soube informar o endereço dos suspeitos, nem da amiga.

 

MANSOUR

Outra tentativa de homicídio ocorreu por volta das 21h na avenida Américo Attiê, bairro Mansour. A polícia recebeu a informação de que havia duas pessoas feridas após uma discussão dentro de um condomínio. Um jovem, de 20 anos, já havia sido socorrido. O outro envolvido, de 31, ainda estava no local.

 

Ele disse aos militares que estava dentro do próprio apartamento quando ouviu uma discussão do lado de fora. Quando saiu, viu três pessoas se xingando. Uma delas disse a outra que pularia o portão de divisa do bloco do condomínio para agredir uma outra.

 

O homem interviu, dizendo para que não pulassem o muro e parassem de discutir. Então o jovem de 20 anos pulou o portão e, com uma barra de ferro, o agrediu, causando cortes na cabeça e no braço esquerdo. Com uma faca, o homem também agrediu o jovem, causando ferimentos no abdômen e no tórax. Um dos golpes chegou perfurar o pulmão.

 

O jovem foi levado à UAI Luizote e depois encaminhado ao pronto-socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), onde passou por cirurgia e permaneceu internado. O homem foi preso e levado à delegacia de plantão.



 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »