21/10/2019 às 16h59min - Atualizada em 21/10/2019 às 16h59min

Imóveis e pedestres são os maiores alvos de furtos em Uberlândia

Ocorrências em transporte coletivo estão em quarto lugar e aumentaram em relação a 2018

GIOVANNA TEDESCHI
Furto a residências lidera número de ocorrências em Uberlândia | Foto: Giovanna Tedeschi

Residências e estabelecimentos comerciais foram os principais alvos de furtos em Uberlândia nos nove primeiros meses do ano. Em terceiro lugar, aparecem os furtos a pedestres. Os dados são do boletim da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Minas Gerais, divulgado na última semana.

 

Também destacam na lista de ocorrências os furtos ao sistema de transporte urbano da cidade. Ao todo, foram 908 ocorrências registradas até setembro deste ano. Por último, os furtos a cargas tiveram sete ocorrências. Veja tabela abaixo.
Os furtos de cargas foram o que mais aumentaram em comparação ao mesmo período de 2018. Com apenas três ocorrências no ano passado, o aumento foi de cerca de 133%. Os furtos à residência e em transporte coletivo também cresceram, sendo 11,51% e 1,9%, respectivamente.

 

Já as ocorrências em estabelecimentos comerciais e a transeuntes diminuíram. Nos comércios, houve redução de 5,9% e de 28% em relação aos pedestres.

 
Ocorrências registradas nos nove primeiros meses do ano 
 

2018

2019

Residência

2033

2267

Estabelecimento comercial

1656

1558

Transeunte

1264

913

Transporte coletivo

891

908

Cargas

3

7

  
 

MINAS GERAIS

No Estado de Minas Gerais, os roubos tiveram queda de 29,5% e os homicídios, de 14,7%. As ocorrências de estupro consumado também diminuíram: foram de 1088, nos primeiros nove meses de 2018, para 900, no mesmo período de 2019.

 

A  diminuição do número de roubos foi de 30%, com 17.349 registros de ocorrências a menos no período. Na prática, isso quer dizer 48 roubos a menos no Estado por dia, nos nove primeiros meses do ano.







 

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »