03/09/2019 às 09h15min - Atualizada em 03/09/2019 às 16h52min

Corpo de idoso baleado é encontrado no Distrito Industrial em Uberlândia

Motorista de empresa de caminhões viu o corpo e chamou a polícia; perícia foi acionada para os trabalhos de investigação

GIOVANNA TEDESCHI
Corpo foi encontrado próximo à empresa no Anel Viário Norte | Foto: Diário de Uberlândia

Um idoso de 70 anos foi encontrado morto, na manhã desta terça-feira (3), em uma empresa de caminhões no bairro Distrito Industrial em Uberlândia. A vítima apresentava três perfurações de tiros na região do tórax.

De acordo com a ocorrência, o fato foi registrado por volta das 7h13 quando um funcionário do estabelecimento encontrou o idoso já sem vida em um cômodo do local. A testemunha relatou que chegou à empresa para trabalhar e notou que algumas portas estavam abertas. Ao verificar a situação, localizou a vítima nua em cima de uma cama e toda ensanguentada.

Familiares do idoso informaram aos policiais militares que ele costumava dormir na empresa. Além disso, relataram que o mesmo estava na casa da filha na noite desta segunda-feira (2) antes de ir para o galpão da empresa.

A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada e os profissionais constataram que as portas do imóvel haviam sido arrombadas com chutes. A equipe também acredita que o crime tenha ocorrido por volta das 22h desta segunda.

A filha da vítima reconheceu as roupas que o idoso usava e que estavam dobradas em cima de uma mesa próximo à cabeceira da cama. Ela ainda disse que havia sumido a quantia de R$ 300 da carteira do pai.

Ainda durante o registro da ocorrência, os policiais constataram que em outro cômodo, que também havia sido arrombado, tinham vários objetos de valor como pneus de caminhões que não foram levados. Foi encontrado ainda quatro estojos de munições no local.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). A ocorrência foi registrada como homicídio. Até o momento, ninguém foi identificado como autor do crime e as investigações serão conduzidas pela Polícia Civil. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »