28/08/2019 às 11h57min - Atualizada em 28/08/2019 às 11h57min

Homem foge da polícia por cima de telhados, ameaça militares e é preso em Uberlândia

Ocorrência foi registrada no bairro Martins; suspeito também tentou se autoflagelar dentro de cela

GIOVANNA TEDESCHI
Polícia encontrou arma, seis munições e dois celulares roubados | Foto: PM/ divulgação

A Polícia Militar (PM) prendeu um homem de 24 anos na noite de terça-feira (27), por volta das 20h, no bairro Martins, em Uberlândia. Ele estava em uma moto com uma passageira na garupa, na rua Rivalino Pereira, quando foi abordado pelos militares e fugiu no sentido da rua Indianópolis. A mulher fugiu pela avenida Cesário Crosara, segundo testemunhas.

 

Os policiais perseguiram o suspeito até a rua José Andraus, quando populares começaram a gritar dizendo que ele estava pulando telhados de casas vizinhas. Ele chegou a cair de um dos telhados, de uma altura de 5 metros, mas continuou fugindo. A polícia encontrou uma mochila preta, que pertencia a ele, com um revólver, seis munições e dois celulares roubados.

 

Depois disso, o homem foi encontrado dentro de um escritório de advocacia que fica na garagem de uma residência, na rua Rivalino Pereira. Ele foi preso em flagrante e tentou reagir, mas foi contido. Tentou também mentir o próprio, dizendo que o irmão, mas foi descoberto quando foi levado para uma unidade de saúde não informada pela polícia para tratar os ferimentos da queda do telhado.

 

De acordo com a PM, a todo momento o suspeito ameaçava os policiais, dizendo que ia “ferrar com cada um deles”, pois já havia visto o nome de todos e a advogada dele providenciaria tudo. Durante a confecção do boletim de ocorrência, no Posto Policial do Terminal Rodoviário de Uberlândia, os militares ouviram barulhos dentro da cela em que ele estava e descobriram que estava se debatendo para se autoflagelar. Foram feitas fotos da situação e o suspeito foi contido para que não se debatesse mais. Ele precisou ser levado novamente para a unidade de saúde.

 

O suspeito tem 12 passagens pela polícia por tráfico de drogas, roubo, furto, agressão, ameaça, porte ilegal de arma, lesão corporal, direção perigosa e receptação. A moto abandonada no início da ocorrência foi levada ao pátio, já que o último licenciamento era de 2006. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »