26/08/2019 às 13h00min - Atualizada em 26/08/2019 às 13h00min

Fernanda Young deixa série de obras marcantes

Atriz, roteirista e apresentadora estrearia no teatro em setembro

Fernanda Young tinha 49 anos e sofreu um ataque de asma em Minas Gerais | Foto: Globo/Divulgação

Amigos e familiares se despediram de Fernanda Young no domingo, no cemitério Congonhas em São Paulo. A escritora, atriz e apresentadora Fernanda Young morreu na madrugada de domingo, no sítio de sua família em Gonçalves (MG), aos 49 anos. Ela sofreu um ataque de asma, e em decorrência teve uma parada cardíaca.

Os amigos prestaram muitas homenagens nas redes sociais. Marcelo Rubens Paiva, escritor, dramaturgo e jornalista escreveu: “Fernanda Young... Provocadora, ousada, irônica, inteligente. Grande talento. Eu era fã e amigo". Fábio Porchat, humorista, ator e apresentador de programa de TV, postou: "Posso dizer que com "Os Normais" minha carreira meio que começou. Obrigado Fernanda Young por colocar num papel toda sua maluquice! Meu abraço pra família e para os amigos".

Fernanda entraria em cartaz com a peça "Ainda Nada de Novo", na qual interpretaria um casal homossexual com a atriz Fernanda Nobre. O espetáculo ia estrear em São Paulo em setembro. Seu trabalho mais recente foi com a série "Shippados", no GloboPlay, estrelada por Tatá Werneck e Eduardo Sterblitch e desenvolvida por ela e seu marido, Alexandre Machado.

Foram várias as parcerias entre o casal de roteiristas, que estreou na TV em 1995 com o seriado "A comédia da vida privada", uma adaptação de textos de Luis Fernando Verissimo.

Desde então, o casal criou mais de uma dezena de outros programas, incluindo seu maior sucesso, "Os Normais", que contava as desventuras dos noivos Rui (Luiz Fernando Guimarães) e Vani (Fernanda Torres) e foi exibida na Globo entre 2001 e 2003. Nascida em Niterói, no Rio de Janeiro, Young estreou na literatura em 1996, com "Vergonha dos Pés", pela Editora Objetiva.

No cinema, assinou o roteiro de "Os Normais - O Filme" (2003) e "Os Normais 2 - A Noite Mais Maluca de Todas", além de "Bossa Nova", de 2000, e "Muito Gelo e Dois Dedos D'Água" (2006), todos ao lado de Machado. Em 2002, estreou o programa "Saia Justa", no GNT, ao lado de Mônica Waldvogel, Rita Lee e Marisa Orth.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »