27/07/2019 às 16h07min - Atualizada em 27/07/2019 às 16h07min

Multas por estacionamento em local proibido crescem 60% em Uberlândia

Tendência é de aumento para o 2º semestre, o que gera preocupação

VINÍCIUS LEMOS
Estacionamento em local proibido gera multa de R$ 130,16 e 4 pontos na carteira | Foto: Vinícius Lemos
O número de infrações por estacionar em local ou horário proibidos cresceu 60% no primeiro semestre de 2019, segundo a Secretaria de Trânsito e Transporte (Settran) de Uberlândia. Em números que abrangem outras modalidades de estacionamento indevido, a Polícia Militar (PM) em Uberlândia registrou no ano de 2019 mais de 5,6 mil multas. Os números preocupam a Prefeitura.

Até junho de 2019, agentes da Settran flagraram 877 veículos estacionados em locais e horários proibidos. São quase 350 a mais do que nos primeiros seis meses de 2018, quando esse tipo de infração gerou 533 multas pelas ruas de Uberlândia.

Segundo o assessor de operações de tráfego da Settran, Sérgio Augusto de Faria Carvalho, muitas das multas acontecem em locais em que se permite estacionamento noturno em faixas usadas para o tráfego durante a dia. “Há sinalização diferente para o dia e para a noite. Ou seja, você ganha uma faixa de rolamento de dia e, no caso, à noite, com avaliações de planejamento viário, você permite dois lados do estacionamento para atender à demanda de comércios, igrejas e escolas, sem o trânsito”, disse.

Esse tipo de infração é média, soma quatros pontos na carteira do motorista, pode gerar a remoção do carro e resulta em uma multa de R$ 130,16 ao infrator. A punição não impede que sejam encontrados facilmente veículos estacionados em locais indevidos na cidade, seja por restrição de horário ou mesmo em local proibido, principalmente na região central. Um veículo flagrado pelo Diário de Uberlândia, parado ao lado da praça Sérgio Pacheco, tinha acabado de ser multado, segundo policiais da 91ª Companhia da PM, cuja sede fica na mesma praça.

SEGUNDO SEMESTRE
Em todo o ano passado, veículos estacionados em locais e horários indevidos geraram 2.059 multas, o que demonstra uma tendência de aumento ainda mais importante para o segundo semestre e gera uma preocupação extra para os próximos meses. No entanto, a fiscalização, segundo a Settran, vai ser mantida com o mesmo rigor.

POLÍCIA MILITAR
Discriminadas mais de 30 modalidades de estacionamento indevido, a Polícia Militar informou ao Diário que, até o início de julho deste ano, 5.632 multas foram geradas no Município. A mais comum é justamente por estacionamento em local ou horário proibido especificamente pela sinalização, com 906 multas do tipo.

Em todo o ano de 2018, estacionar de maneira irregular, em suas várias modalidades, gerou 12.425 multas por parte da PM. O maior número dessas infrações no último ano, entretanto, foi por desrespeito às regras da Zona Azul. Ao todo, esses flagrantes foram responsáveis por 2.725 multas na cidade.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »