19/07/2019 às 09h04min - Atualizada em 19/07/2019 às 09h04min

Santuário de Abadia pretende se tornar basílica em Romaria

Mudança seria para 2020, quando se completam 150 anos de chegada da imagem

VINÍCIUS LEMOS
Se transformado em basílica, Santuário de Romaria passa a ter relevância internacional | Foto: Vinícius Lemos
O Santuário de Nossa Senhora da Abadia, na cidade Romaria, vai tentar no Vaticano a elevação ao grau de basílica. O processo já foi iniciado e o objetivo é que essa mudança aconteça em 2020, quando serão comemorados os 150 anos da chegada da imagem da Virgem Maria à antiga Água Suja, encomendada e trazida de Portugal para Minas Gerais. Junto a Romaria, o Santuário em Uberaba também vai demandar a Roma a elevação a mesmo grau.
 
 
De acordo com o arcebispo Dom Paulo Mendes Peixoto, o pedido foi feito pelo reitor do Santuário em Romaria, Márcio Ruback. Agora, é preciso que a arquidiocese de Uberaba redija um pedido formal ao Vaticano, informando os motivos pelos quais a Basílica deve ser instalada no local. A resposta é dada diretamente pelo papa Francisco.

“É um processo que exige algumas coisas, além dos pedidos e das cartas. O mais importante é que estamos começando. Não acho que demora tanto, acho que em seis meses [após o recebimento da carta da arquidiocese] é possível que haja uma resposta”, afirmou Dom Paulo. Ambos os santuários que pleiteiam se transformar em basílica fazem parte da Arquidiocese de Uberaba, que agora elabora o documento a ser enviado formalmente ao Vaticano.

Como explicou o reitor em Romaria, transformar um templo em basílica é uma forma de o Vaticano reconhecer a devoção presente em determinada igreja, que tem importância história e espiritual a uma certa comunidade, além de ser responsável por grande evangelização e devoção especial. O status da basílica se torna internacional e não submetida à jurisdição eclesiástica local.

Márcio Ruback explicou que levanta a documentação para embasamento do pedido de alçar o Santuário a basílica. “[A Festa de Romaria]É a maior festa religiosa do Estado. O Santuário é tradição da fé há 150 anos no Triângulo Mineiro e [a possível elevação] a basílica marcaria o prestígio que a celebração já tem em importância aos fiéis da região, que peregrinam até Romaria todos os anos”, afirmou.

Na região do Triângulo Mineiro há apenas a Basílica do Santíssimo no Município Sacramento, também ligada à Arquidiocese de Uberaba. A elevação aconteceu em julho de 2014.

SANTUÁRIO
2019 marca o fim de três anos de celebrações em preparação aos 150 anos da chegada da imagem de Nossa Senhora da Abadia ao antigo povoado de Água Suja, hoje município de Romaria. No ano de 1870, foi construída uma capela provisória para receber a imagem, encomendada de Portugal, na capital do então império. O Santuário foi instituído em Romaria ainda no ano de 1872.

Em 2018, segundo contagem feita pela Polícia Militar e informada à Igreja, quase 600 mil pessoas passaram por Romaria entre o fim de julho e o dia 15 de agosto, data comemorativa à Nossa Senhora da Abadia. As celebrações têm um gasto de aproximadamente R$ 250 mil por parte da igreja.
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »