03/07/2019 às 09h07min - Atualizada em 03/07/2019 às 13h42min

Cadastramento escolar para o ensino fundamental está aberto em Uberlândia

Procedimento é essencial para garantir vaga em escola pública próximo à residência; inscrições vão até 12 de julho

DA REDAÇÃO
Devem se inscrever crianças de 6 anos, interessados no EJA e estudantes de fora e vindos de escolas particulares | Foto: PMU/ Secom/ Divulgação

Foi aberto, na última segunda-feira (1°), o prazo para o Cadastramento Escolar para o ensino fundamental. As inscrições ficam abertas até 12 de julho. Devem ser inscritas crianças com 6 anos completos ou que completarão até 30 de junho de 2020, interessados em cursar a Educação de Jovens e Adultos (EJA) do ensino fundamental e candidatos a vagas nos demais anos do ensino fundamental, vindos de outras localidades ou transferidos de escolas particulares.

Também devem se inscrever pessoas com deficiência, transtornos globais de desenvolvimento e altas habilidades. Segundo a Prefeitura de Uberlândia, alunos cursando o 2º período da educação infantil, mesmo aqueles matriculados em escolas municipais que oferecem o ensino fundamental, devem realizar o Cadastro Escolar.

“É a partir desse cadastro que conseguimos saber quantos alunos devemos atender no próximo ano. Com isso, o poder público pode preparar as redes municipal e estadual para recebê-los”, explicou a secretária municipal de Educação, Tânia Toledo.

 

COMO SE CADASTRAR

O procedimento é feito exclusivamente pela internet diretamente no site da Secretaria de Estado de Educação, em cadastramento escolar. Quem não tem acesso, deve recorrer às escolas mais próximas, seja da rede municipal ou estadual. Não deverá inscrever-se no Cadastro Escolar o aluno já matriculado no Ensino Fundamental na rede pública de ensino.

O cadastro deve ser feito pela mãe, pai ou responsável legal que seja maior de 18 anos. Quem for maior de 18 anos, pode fazer a própria inscrição. É necessário apresentar cópia e original de certidão de nascimento ou carteira de identidade do candidato; comprovante de endereço, preferencialmente conta de energia recente; e comprovante de escolaridade.

A Secretaria Municipal de Educação publicará, posteriormente, em documento específico, como ocorrerá o período de matrícula na rede pública municipal de ensino. No ato da matrícula,  será necessário apresentar originais e em cópias da certidão de nascimento do candidato ou carteira de identidade; CPF do candidato, caso possua; comprovante de endereço, preferencialmente conta de energia recente; comprovante de escolaridade para alunos transferidos de escolas particulares ou jovens que desejam retornar aos estudos.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »