01/07/2019 às 19h18min - Atualizada em 02/07/2019 às 10h40min

Assaltante é baleado por policial à paisana durante roubo no bairro Luizote de Freitas

Crime ocorreu em Uberlândia na tarde desta segunda-feira (1°); dupla foi detida após tentar levar malote com mais de R$ 50 mil

DA REDAÇÃO
Testemunhas registraram imagens do rapaz sendo socorrido pela polícia depois de ser atingido | Foto: Reprodução/WhatsApp
Dois funcionários de um posto de combustíveis no bairro Luizote de Freitas, em Uberlândia, foram assaltados na tarde desta segunda-feira (1°) no momento em que seguiam para uma agência bancária. Eles estavam com um malote e fariam o depósito do dinheiro, quando foram abordados pelos ladrões. Um policial militar à paisana viu a situação e atirou contra um dos criminosos para tentar impedir o roubo.

Segundo as primeiras informações da Polícia Militar (PM), o crime foi registrado por volta das 14h30 em frente ao banco que fica na avenida José Fonseca e Silva. A dupla estava com uma submetralhadora artesanal e rendeu as vítimas com violência, forçando-as a entregar o malote com mais de R$ 50 mil.

Em seguida, os dois fugiram e quando estavam entrando no veículo utilizado no crime, estacionado a cerca de 100 metros do local, foram avistados pelo militar. O suspeito que estava armado fez um movimento brusco e o policial atirou. Ele foi levado para o pronto-socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) sob escolta. O estado de saúde dele não foi informado.

Imagens que circulam pelas redes sociais e WhatsApp, registradas por testemunhas, mostram o momento em que o rapaz baleado é retirado do veículo e levado até a viatura policial. Ele foi socorrido pelos próprios militares até o HC-UFU.

O comparsa também acabou detido, recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzido à delegacia. A polícia conseguiu recuperar o dinheiro que pertencia ao posto. 

FATO REINCIDENTE
Segundo o boletim de ocorrência, os suspeitos teriam participação em um roubo semelhante em data anterior, quando os funcionários do posto foram abordados e tiveram a quantia de R$ 60 mil levada pelos autores.

Na abordagem desta segunda (1º), o policial à paisana relatou ter visto os suspeitos correndo pelo canteiro central da avenida José Fonseca e Silva e pessoas no local gritando a palavra “ladrão”. Foi aí que correu atrás dos dois e se identificou como policial. Em seguida, um dos suspeitos ameaçou o oficial e ele reagiu, efetuando três disparos e rendendo os suspeitos. Depois disso, testemunhas ligaram para a PM, que compareceu ao local e encaminhou o autor baleado para atendimento médico.

O militar que efetuou os disparos é lotado no 32º Batalhão da Polícia Militar (BPM) e, segundo o comando da corporação, ele está à disposição para apuração dos fatos. A arma dele foi apreendida.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »