25/06/2019 às 16h41min - Atualizada em 25/06/2019 às 16h41min

Novas mortes por dengue são confirmadas em Uberlândia

Apesar dos óbitos, cerca de 10 mil casos suspeitos foram descartados. Casos prováveis de zika vírus e chikungunya aumentaram

CAROLINE ALEIXO
Os dados do Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) desta terça-feira (25) trazem mais duas confirmações de óbito por dengue em Uberlândia. Até o momento, 16 mortes foram registradas neste ano e o município segue com incidência muito alta da doença, com pouco mais de 5 mil casos a cada 100 mil habitantes. 

O Diário de Uberlândia procurou a Secretaria Municipal de Saúde para saber o perfil dos pacientes e região onde os casos foram registrados, mas não teve resposta até a publicação. 

Na última semana, 44.696 casos suspeitos de dengue haviam sido registrados conforme as estatísticas da SES. No novo boletim, a cidade aparece com 34.732. O Estado, por meio da Superintendência Regional de Saúde (SRS), esclareceu que a diminuição no número de casos ocorre em virtude de os resultados dos exames darem “não reagente”, sendo descartado o diagnóstico da doença nesses cerca de 10 mil pacientes.

São investigados 137 óbitos em todo o estado. Além disso, outros 86 óbitos por dengue foram confirmados nos municípios de Arcos (1), Belo Horizonte (12), Betim (13), Campos Gerais (1), Contagem (2), Curvelo (1), Frutal (2), Ibiá (1), Ibirité (1), Ituiutaba (1), Jaboticatubas (1), João Monlevade (1), João Pinheiro (5), Juiz de Fora (7), Lagoa da Prata (1), Martinho Campos (1), Monte Carmelo (1), Paracatu (1), Passos (2), Patos de Minas (1), Patrocínio (2), Pitangui (1), Pompéu (1), Rio Paranaíba (1), Sacramento (1), São Gonçalo do Pará (1), São Gotardo (1), Uberaba (2), Uberlândia (16) e Unaí (2), Vazante (2).
 
ZIKA E CHIKUNGUNYA
O boletim ainda traz os dados referentes aos casos suspeitos de zika e febre chikungunya. Em Uberlândia, são 32 casos prováveis de zika, aumentando um desde o último boletim divulgado. Destes, 19 ocorreram com pacientes gestantes.
 
Em todo o estado são 1.231 casos prováveis da doença, sendo 437 em gestantes. Já os casos prováveis de chikungunya no saltaram de 42 para 46 no município. Em Minas, são 2.510 casos prováveis de chikungunya.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »