14/06/2019 às 18h30min - Atualizada em 14/06/2019 às 18h30min

Prefeitura e PM lançam programa para inibir furtos e roubos em Uberlândia

Inicialmente, 12 bairros serão contemplados pela iniciativa na cidade

BRUNA MERLIN
Prefeito Odelmo Leão anunciou o novo projeto nesta sexta-feira (14) | Foto: Bruna Merlin
Com o objetivo de aumentar a segurança e inibir a ação de furtos e roubos de veículos, a Prefeitura de Uberlândia, juntamente com a Polícia Militar (PM), anunciou a criação do programa Anel de Segurança. O novo projeto disponibiliza equipamentos, instalados em radares, que vão melhorar o monitoramento de veículos em 12 bairros da cidade.

O anúncio foi realizado na tarde de sexta-feira (14) no Centro Administrativo Virgílio Galassi. Na ocasião, estavam presentes o prefeito Odelmo Leão, o secretário de Trânsito e Transportes, Divonei Gonçalves, o comandante da 9ª Região de Polícia Militar, Cláudio Vitor Rodrigues Rocha, e o engenheiro Eduardo José da Silva da empresa GCT, que é responsável pelo novo serviço.

Os novos instrumentos leem em tempo real as placas dos veículos e jogam essas informações para um banco de dados. Diante disso, sinais serão disparados em tempo real para os policiais quando algum veículo estiver atuando em atividade suspeita.

Segundo o comandante da 9ª Risp, Cláudio Rocha, a ação ajudará a direcionar o policiamento de forma mais efetiva e na redução do tempo de resposta aos crimes. “A intenção é ter um monitoramento de toda a cidade por 24 horas e priorizar a segurança pública sem ter que esperar alguma denúncia”, explicou ele.

Já existem dez equipamentos que foram instalados em radares fixos de fiscalização eletrônica da cidade. Eles monitoram 25 faixas de rolamentos dos bairros Jaraguá, Jardim Brasília, Roosevelt, Granada, São Jorge, Morada da Colina, Jardim Karaíba, Santa Mônica, Segismundo Pereira, Carajás, Pampulha e Saraiva.

Ainda de acordo com Rocha, os locais foram escolhidos através de estudos e demanda. “Os bairros que já receberam os equipamentos são locais que têm um alto fluxo de pessoas e veículos”, finalizou ele.

MAIS EQUIPAMENTOS
Durante o anúncio, o prefeito Odelmo Leão pediu que a empresa GCT trabalhe para implantar instrumentos em todos os radares do município. “Contando todas as ações que já realizamos em parceria com a Polícia Militar, tivemos um investimento de R$ 69 milhões. Os dez primeiros equipamentos estão inclusos nesse valor e os próximos não terão mais custos”, explicou Odelmo.

Segundo o secretário de Trânsito e Transportes, Divonei Gonçalves, existem 34 radares fixos de fiscalização eletrônica na cidade e a intenção é que todos eles estejam com o novo serviço o mais breve possível. “Com a ampliação solicitada pelo prefeito, o Anel de Segurança irá monitorar 55 faixas de rolamento e o número de bairros favorecidos também irá aumentar”, informou ele.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »