16/05/2019 às 08h40min - Atualizada em 16/05/2019 às 08h40min

Leilão virtual oferece móveis até 90% mais baratos em Uberlândia

Produtos são oriundos de apartamentos decorados provisoriamente por construtora

DANIEL POMPEU
Lances iniciais dos móveis variam entre R$ 20 e R$ 350 na internet | Foto: Divulgação
Está aberta a oportunidade para quem quiser arrematar eletrônicos, móveis e artigos de decoração com preços até 90% menores do que o valor de mercado. O site Sold, especializado em leilões, é quem realiza, até o dia 23, às 9h, a venda dos cerca de 100 itens para retirada em Uberlândia. Os artigos em leilão são de apartamentos decorados pela construtora MRV para exposição durante o tempo de venda dos empreendimentos na cidade. Os compradores serão responsáveis pela retirada e transporte dos produtos.

Os lances iniciais variam entre R$ 20 e R$ 350. De acordo com Regiane Stoffelshaus, gerente de marketing do site, os itens que estão sendo leiloados em Uberlândia fazem parte das categorias em que se costuma observar maior redução do preço para o consumidor. “Para móveis, eletros, esse tipo de coisa, pode acontecer uma redução de até 90%. Veículos, por volta de 30% abaixo da tabela”, disse. Entre os itens leiloados, estão um armário, com lance inicial de R$ 300, refrigerador, com lance inicial de R$ 250, fogão, com lance inicial de R$ 120, micro-ondas, com lance inicial de R$ 50, entre outros itens diversos.

Stoffelshaus explicou que qualquer pessoa física pode se registrar, solicitar uma habilitação para cada leilão e participar, concordando com o edital onde estão as regras e informações. O processo funciona como um leilão físico, em quem der o lance mais alto até a data final leva o item.

É preciso ficar alerta, pois após o fim do leilão, o pagamento é feito mediante depósito bancário e não há possibilidade de parcelamento para os produtos disponíveis em Uberlândia. O ganhador que não pagar pelo artigo arrematado pode arcar com uma multa, segundo Stoffelshaus.

A depender do quanto os itens são disputados, o valor pode até mesmo superar o de mercado. Por isso, de acordo com ela, é preciso verificar até que ponto é vantajoso dar os lances. “Quem está comprando precisa fazer uma conta. O arrematante é responsável pelo frete, a gente não envia nada. A pessoa vai ter que retirar no local ou pagar uma transportadora”, disse. Segundo Stoffelshaus, o site orienta os compradores a sempre ficarem atentos às condições do edital do leilão e às datas disponíveis para retirada das mercadorias.

De acordo com a gerente de marketing do Sold, como os produtos são vendidos nas condições em que se encontram e não há garantia, apenas uma nota do leiloeiro, também é recomendado agendar visitas nos locais onde estão as mercadorias para verificar se os produtos correspondem às expectativas. É possível agendar as visitas nas datas disponíveis pelo próprio site.
 
LOTES

De acordo com Carolina Pessoa, gestora de lançamentos da MRV, o formato de leilão é comum nos casos de decoração para “showroom” e costuma gerar vantagem ao consumidor a depender do acirramento de lances. “Tem lance mínimo de 15% do valor do produto”, disse. Segundo Pessoa, as mercadorias em leilão são adquiridas com consultoria de decoradores para montar uma espécie de réplica dos apartamentos à venda.

Segundo Pessoa, a empresa planeja o leilão dos móveis, eletrônicos e artigos de decoração com cerca de um mês antes da loja ser fechada. As estruturas são provisórias e costumam ser localizadas próximas a entradas de condomínios, onde os clientes podem observar a réplica mobiliada do apartamento e fechar as vendas. A retirada dos produtos arrematados é feita nos próprios locais. No caso do leilão em Uberlândia, os compradores devem retirar os produtos no dia 30, das 9h às 15h, nos locais que podem ser acessados pelo site da Sold.

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »