14/05/2019 às 08h30min - Atualizada em 14/05/2019 às 08h30min

Grupo de alunos de escola estadual passa mal após suposta intoxicação alimentar em Uberlândia

Estudantes foram levados à UAI Roosevelt; Polícia Civil investiga caso

IGOR MARTINS
Um grupo de alunos da Escola Estadual Enéas Vasconcelos passou mal na tarde desta segunda-feira (13). A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar (PM) de Uberlândia, que acredita que as vítimas sofreram alguma intoxicação alimentar.  

Segundo informações do boletim de ocorrência, um aluno teria levado balinhas para a escola e distribuído para cerca de dez colegas na hora do intervalo e para um funcionário do local. Momentos depois os estudantes começaram a passar mal tendo vômitos, convulsões, tonteiras e desmaios. O servidor da unidade não teve sintomas.

O aluno informou aos policiais que teria comprado as balas no dia anterior em um supermercado junto à mãe. Ele disse também que a caixa estava lacrada até o momento em que distribuiu os produtos no intervalo. A mãe apresentou a nota fiscal da compra.

De acordo com a diretora da escola, durante o intervalo foram servidos, a todos os alunos, pratos contendo arroz, feijão, carne suína e salada de repolho. As vítimas foram encaminhadas para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro Roosevelt onde ficaram em observação médica e em seguida foram liberadas para os responsáveis.

A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada e irá investigar as balas e a merenda servida aos alunos. A Secretaria de Estado de Educação informou por meio de nota que está acompanhando o caso e que a direção da escola tomou todas as medidas necessárias para atender os alunos afetados. As aulas na unidade voltaram normalmente na manhã desta terça-feira (14).  

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »