09/05/2019 às 17h50min - Atualizada em 09/05/2019 às 17h50min

Polícia de Uberlândia investiga homem suspeito de ser estuprador em série

Segundo a Polícia Civil, ele ficava em terminal de ônibus abordando vítimas com características físicas semelhantes; ele está preso preventivamente

BRUNA MERLIN
Aspirante Jenifer Peixoto e delegada Alessandra Rodrigues falaram à imprensa nesta quinta-feira (9) | Foto: Bruna Merlin
A Polícia Militar (PM) prendeu Eder Martins Antunes, de 30 anos, por estupro durante a noite desta quarta-feira (8) em Uberlândia. Ele foi abordado no momento em que tentava abusar sexualmente de uma jovem de 20 anos, nas proximidades do Terminal Santa Luzia. Ele também é investigado por praticar o crime contra outra vítima no mesmo local.

Durante uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (9), na sede da Delegacia Especializada de Crimes contra a Mulher, a aspirante da PM, Jenifer Peixoto, informou que a prisão ocorreu por volta das 23h. A vítima contou que saiu do terminal e decidiu ir a pé para casa quando foi abordada pelo autor.

“A jovem contou que o autor a acompanhou e disse que era um assalto. Nesse momento, a vítima deu os pertences, mas mesmo assim ele continuou arrastando ela pela via. Ele tentou estrangulá-la e chegou a machucar a garganta da mesma com uma faca”, detalhou Peixoto.

Ainda de acordo com a policial, a jovem avistou uma viatura que estava estacionada próximo ao local e começou a acenar com a mão como uma forma de pedir socorro. Os militares então perceberam a ação e abordaram o autor que estava estrangulando a vítima em frente a um terreno baldio.

O homem de 30 anos recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil. Ela não tinha passagens. 

OUTRA VÍTIMA
A delegada responsável pelas investigações, Alessandra Rodrigues, contou que no feriado do dia 1º de abril outra vítima de 20 anos denunciou um caso semelhante. A jovem relatou que por volta das 23h desceu de um ônibus no Terminal Santa Luzia e foi abordada pelo autor que portava uma faca.

“Ela contou que ele a levou para um terreno baldio e que a estuprou por cerca de uma hora. O autor a ameaçava e dizia que ela estava gostando do ato, pois, as outras que ele levava para o local não gostavam”, explicou a delegada.

Após a prisão realizada nesta quarta-feira (8), as vítimas reconheceram o autor e as facas que ele utilizou durante as ameaças e abordagem. “Ele confessou o primeiro crime, mas disse que não tinha a intenção de estuprar a segunda vítima e que só queria roubá-la”, continuou Alessandra.

O autor foi indiciado pelos crimes de estupro consumado e ameaça. Ele está preso preventivamente no Presídio Professor Jacy de Assis e a audiência de custódia ocorre nesta sexta-feira (10). O Diário de Uberlândia não localizou nenhum defensor de Eder para se manifestar sobre o assunto. 

INVESTIGAÇÕES CONTINUAM
Autor de estupros

Autor de estupros


Eder confessou primeiro crime à polícia e disse que não tinha intenção de violentar a segunda vítima | Foto: Reprodução/Internet


A Polícia Civil seguirá com as investigações uma vez que acredita que outras pessoas também foram vítimas do autor. “Durante o ataque à primeira jovem, o autor deu a entender que já teria levado outras mulheres para o terreno baldio. Acreditamos que ele é um estuprador em série, pois, ele sempre ficava no terminal e as vítimas têm características físicas parecidas. Devido a isso, estamos trabalhando com a vertente de que existem outras vítimas”, explicou a delegada. 

Rodrigues ainda reforçou a importância para que outras vítimas compareçam à delegacia para se fazer a justiça. A delegacia fica na avenida Nicomedes Alves dos Santos, 728, no bairro Lídice. “A polícia está à disposição para atendê-las e ajudá-las diante desse crime bárbaro”, finalizou.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »