04/05/2019 às 16h31min - Atualizada em 04/05/2019 às 16h31min

Campanha de vacinação contra a gripe atrai mais idosos em Uberlândia

Em cinco postos da cidade, pessoas com mais de 60 anos foram as que mais buscaram a imunização

CONTEÚDO COLABORATIVO*
Dia D da campanha nacional de vacinação contra a gripe ocorreu neste sábado (4) | Foto: Marco Crepaldi/Secom/PMU
Os idosos acordaram cedo neste sábado (4) para se imunizar durante o Dia D da Campanha de Vacinação contra a Gripe em Uberlândia. Na Unidade de Atendimento Integrado do bairro Tibery, por exemplo, das 17 pessoas que compareceram na primeira hora de funcionamento do posto, 13 tinham mais de 60 anos. A cena se repetiu nas UAIs dos bairros Roosevelt, Martins, São Jorge e no Terminal Central de Uberlândia, visitados pela reportagem.

A diarista Dulcineia Cledina, de 62 anos, escolheu a UAI do bairro Roosevelt, para garantir a imunização. “Se eu não posso mudar minha idade, eu tenho que viver melhor agora“, disse. Marileide Wanda, aposentada, 77 anos, também passou por lá. Antes de se aposentar, trabalhou como técnica de enfermagem durante 27 anos, por isso reconhece a importância da imunização. “Para mim, saber dos riscos e não me cuidar é um suicídio”, disse.

O caminhoneiro Edmilson Coelho, 62 anos, também se vacinou pela manhã, na UAI do Roosevelt. Ele acredita que a vacina tem 100% de eficácia, podendo ser considerada uma ótima alternativa para a prevenção do vírus da gripe. O caminhoneiro afirmou que há 5 anos toma a vacina e desde então nunca foi diagnosticado com uma gripe forte.

Dona Maria Jose veio de Tupaciguara para se vacinar em Uberlândia. “Eu sempre sou muito atenta às campanhas de vacinação. Como sou diabética, eu acredito que este seja um dos principais caminhos para me proteger e, assim, melhorar a minha qualidade de vida. Agora estou visitando o meu pai e tirei um tempinho do meu dia para vir aqui. É uma experiência tranquila. Não dói nada”, afirma a aposentada.


Dona Maria escolheu o Terminal Central para se vacinar nesta manhã | Foto: Divulgação

Meta é vacinar 90% do público prioritário
De acordo com informações da Coordenadora do Programa Municipal de Vacinação, Cláubia Oliveira, até a última sexta-feira (3) a cobertura vacinal dos idosos estava em 54%. A meta é chegar a 90% em todos os grupos prioritários, que incluem trabalhadores da saúde e educação de instituições públicas e privadas, idosos acima de 60 anos de idade, crianças de seis meses a 6 anos, gestantes, mães no pós-parto até 45 dias, pessoas com necessidades especiais, doentes crônicos e profissionais das forças de segurança e salvamento.

A abertura de postos em toda a cidade foi um ponto positivo para quem participou da campanha. Dona Maria Aparecida, de 78, escolheu ir ao Terminal Central. Ela disse que mantém o seu cartão de vacina em dia para evitar doenças futuras.

 

“Eu me preparei neste sábado para estar aqui me protegendo deste vírus. Escolhi o lugar por ser mais próximo de casa. Considera um absurdo a baixa quantidade de pessoas para tomar a vacina, pois o lugar é um ponto central e o número poderia ser bem maior”, comenta.



Na parte da manhã, a fila tinha pouco mais de 15 pessoas no local. Para a coordenadora da campanha, isso é uma tendência normal. “O movimento tende a aumentar ao longo do dia, uma vez que muita gente se programa para participar desse tipo de iniciativa na parte da tarde”, explicou Cláubia. Os números totais do Dia D devem ser disponibilizados apenas no início da semana.

ATENDIMENTO PERSONALIZADO
As UAIs se prepararam para atender a população da melhor maneira possível. Na unidade do bairro Martins, por exemplo, foram distribuídas senhas para organizar a imunização. No caso de pessoas com mobilidade reduzida, os profissionais da Secretaria de Saúde se deslocavam até os carros para aplicar a dose, facilitando o atendimento.

Na UAI Tibery, foi disponibilizada uma estrutura exclusiva para atender às crianças, que normalmente são mais resistentes à vacina. No Terminal Central, além das vacinas, a equipe conversava para informar a população sobre a importância da imunização.

Em Uberlândia, o objetivo é imunizar 170 mil pessoas, de acordo com o público-alvo definido pelo Ministério da Saúde. A campanha vai até o dia 31 deste mês e a população prioritária pode procurar a UAI mais próxima de sua casa. A vacinação é gratuita.

* Reportagem de Deborah Peres, Guilherme Rocha, Ana Carolina Barbosa Ferreira,  Fábio Gonçalves, Talita de Morais e Rayane Silva Rodrigues, alunos do curso de Jornalismo da ESAMC Uberlândia

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »