22/04/2019 às 09h45min - Atualizada em 22/04/2019 às 16h13min

Vazamento de amônia em indústria de alimentos causa transtornos em Uberlândia

Acidente ocorreu na unidade da BRF Foods no bairro Jardim Brasília; Defesa Civil e polícia ambiental foram acionadas

VINÍCIUS LEMOS
Um vazamento de amônia em uma empresa de processamento de alimentos no bairro Jardim Brasília, zona norte de Uberlândia, levou várias pessoas a acionarem o Corpo de Bombeiros na noite deste domingo (21). O caso repercutiu com informações desencontradas nas redes sociais e também entre vizinhos do local.

Segundo os bombeiros, houve um excesso de pressão em uma válvula de cilindros de amônia, a qual é usada no processo de refrigeração na indústria. Pouco depois das 19h de domingo, os militares foram acionados, mas ao chegarem na unidade da BRF Foods, que fica na rua Urano, técnicos da empresa já tinham feito a contenção da substância.

Ainda que algumas pessoas tenham se sentido incomodadas, os militares não precisaram fazer atendimento de intoxicadas. Entretanto, a orientação passada aos vizinhos no entorno da empresa era que, se possível, se mantivessem a pelo menos dois quilômetros do ponto de vazamento. Houve relatos de pessoas que sentiam o cheiro da amônia em bairros da região central como o Martins e também da zona oeste, a exemplo do Chácaras Tubalina.

O caso foi repassado para a Polícia Militar e, segundo o comando da Companhia de Meio Ambiente, a empresa deveria ter feito comunicado ao Núcleo de Emergências Ambientais (NEA) estadual, o que não aconteceu. A própria polícia acionou o órgão, que deve vir a Uberlândia até nesta terça-feira (23) visitar a empresa e fazer a avaliação do que ocorreu para saber a necessidade para qualquer medida administrativa. A Defesa Civil também deveria ter sido avisada pela empresa, mas isso só aconteceu por meio de ligações da população e também por contato do Corpo de Bombeiros.

Em nota, a assessoria da BRF informou que o incidente ocorrido na unidade, onde houve um pequeno vazamento de amônia, foi prontamente controlado. No momento da ocorrência, apenas as equipes de Manutenção e Higienização operavam na unidade com cinco funcionários, os quais foram evacuados imediatamente, sem necessidade de realizar qualquer atendimento médico para esses colaboradores. Ressaltou ainda que a investigação do evento está sendo conduzida por um time técnico e especializado, e as atividades da unidade foram retomadas após garantia da segurança das pessoas e das instalações.

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »