18/04/2019 às 14h49min - Atualizada em 18/04/2019 às 14h49min

Doações para reconstrução da catedral somam US$ 900 milhões

AGÊNCIA BRASIL E FOLHAPRESS
Doações estão sendo feitas em todo o mundo visando reconstruir a Catedral de Notre-Dame, em Paris, que foi seriamente danificada por um incêndio. Segundo a imprensa francesa, já foram arrecadados 900 milhões de dólares.

O incêndio - ocorrido na segunda-feira, dia 15 -  devastou a estrutura histórica, destruindo a torre e de dois terços do teto.

Empresas da França são líderes em contribuições para os esforços de captação de recursos.

Um conglomerado de produtos de luxo, o fundador de uma grande empresa de cosméticos e uma petroleira, entre outros, se comprometeram a fazer doações substanciais.

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
Universidades e uma gigante de tecnologia da informação dos Estados Unidos também contribuíram.

Mais de 1.500 pessoas em 50 países também efetuaram doações no valor de 80 mil dólares até o momento em um site de arrecadação na internet aprovado por autoridades francesas.

O presidente da França, Emmanuel Macron, se comprometeu a reconstruir a catedral em cinco anos, quando Paris sediará os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Verão.

Macron estimou que serão necessários 850 milhões de dólares para a reconstrução. No entanto, ainda não está claro quanto tempo vai levar para reconstruir Notre-Dame.

De acordo com especialistas, o trabalho pode levar décadas.

* Com informações da NHK (emissora pública de televisão do Japão)

DOAÇÕES
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As contribuições para a reconstrução da catedral de Notre-Dame, atingida por um incêndio na segunda-feira (15), também chegaram de fora da França.

O CEO da Apple, Tim Cook, um rei da Costa do Marfim e a bilionária brasileira Lily Safra foram alguns dos que se propuseram a doar recursos. 

Famosa ou anônima, qualquer pessoa ou empresa pode ajudar na reconstrução de um dos maiores ícones da cultura europeia. 
A arrecadação de recursos é organizada pela Fondation du Patrimoine. Contribuições podem ser feitas por meio do site da organização. 

A Heritage Foundation, organização francesa financiada por fundos privados, também pede doações em seu site. Iniciativas na página de crowdfunding Leetchi também estão em andamento. 

Para reconstruir o templo, que anualmente recebe 13 milhões de visitantes –uma média de 35 mil pessoas por dia–, serão necessários artesãos especializados e madeiras raras.

O diretor do grupo Charlois, o maior fornecedor de carvalho na França, prometeu oferecer os melhores materiais para reconstruir a complexa armação de madeira, conhecida como "a floresta", devido ao número de vigas usadas para construí-la. 

Em pronunciamento na TV na noite desta terça-feira (16), o presidente da França, Emmanuel Macron, disse acreditar que a reconstrução da catedral de Notre-Dame, em Paris, possa ser concluída em cinco anos. 

Esse prazo é muito mais curto do que o indicado horas antes pela Federação dos Construtores Especializados no Patrimônio Histórico, que fixou um horizonte de até 15 anos -e no mínimo 10. 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »