10/04/2019 às 09h48min - Atualizada em 10/04/2019 às 09h48min

Homem é preso por sequestro e por manter vítima em cárcere privado em Uberlândia

Suspeito recebia ordens de uma mulher, que ainda não foi localizada

IGOR MARTINS
Um homem de 33 anos foi preso na manhã desta terça-feira (9) após roubar um caminhão, desobedecer à ordem de policiais militares, resistir à prisão e por sequestrar e manter uma pessoa em cárcere privado.

O Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) foi acionado por meio do Disque Denúncia Unificado (DDU). As informações que chegaram ao local é de que uma pessoa estaria sido mantida sob cárcere privado em um local no assentamento do Glória. A denúncia ainda relatou que a vítima estaria com o rosto coberto com um pano preto.
 
Com estas informações, a Polícia Militar (PM) deslocou uma guarnição militar até o local. Ao chegarem, um dos militares entrou pelos fundos da casa denunciada, que não possui muros e nem portão, abriu a janela de um quarto e viu uma pessoa dentro do cômodo. De imediato, o policial abordou o indivíduo e ordenou que ele colocasse as mãos na cabeça.
 
No mesmo instante, os outros militares entraram pela porta da frente e realizaram a abordagem no autor. Segundo a ocorrência, o suspeito reagiu agressivamente e tentou fugir, partindo para cima dos PMs com socos e chutes. Os oficiais o imobilizaram e algemaram.
 
Durante buscas na residência e no autor, foram localizados um revólver carregado com quatro munições intactas, um cartão em nome de uma mulher, R$ 72 em dinheiro e um aparelho celular.
 
Durante as buscas na residência, foi localizado um revólver próximo ao autor, carregado com quatro munições intactas. Em busca pessoal, foram encontrados ainda um cartão em nome de uma mulher, R$ 72 em dinheiro e um celular.
 
VÍTIMA
 
A PM encontrou a vítima no local, que falou à PM sobre o caso. Ela informou que conversou com uma suposta agenciadora de cargas por telefone e havia negociado uma carga para uma cidade no Mato Grosso do Sul. De acordo com o relato do caminhoneiro de 36 anos, a suspeita pediu para que ele buscasse um “chapa” para ajudar no carregamento da carga negociada, no Supermercado Makro, próximo ao Parque do Sabiá.
 
Chegando ao local, o suposto parceiro da negociadora teria orientado a vítima a se deslocar para o bairro Laranjeiras. Pouco tempo depois, ela foi rendida pelo criminoso com uma arma de fogo. A vítima confirmou que o revólver encontrado pelos PMs dentro da residência é o mesmo utilizado no roubo do caminhão.
 
O criminoso confessou à PM que foi contratado por uma mulher por meio de um aplicativo de celular. De acordo com o autor, ele receberia a quantia de R$ 1.000 para roubar o caminhão e manter a vítima em cárcere até receber outras ordens.
 
Diante dos fatos, o homem foi preso por crimes de roubo, sequestro e cárcere privado. O suspeito foi levado à Delegacia de Plantão juntamente com os materiais apreendidos.
 
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »