09/04/2019 às 08h35min - Atualizada em 09/04/2019 às 08h35min

Museu da Água reconta história do saneamento com acervo fotográfico em Uberlândia

Espaço histórico e cultural foi inaugurado nesta segunda-feira (8) na sede da autarquia

DANIEL POMPEU
Espaço reúne fotografias com a história do Dmae que foi inaugurado em 1967 | Foto: Daniel Pompeu
Com mais de meio século de existência, o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) de Uberlândia conta agora com um espaço que registra a história da autarquia. O Museu da Água, inaugurado nesta segunda-feira (8), fica na nova sede do Dmae, localizada na avenida Rondon Pacheco.

O espaço reúne uma linha do tempo que conta a história do Dmae e mais de 40 fotografias históricas e atuais que registram obras, estruturas, trabalhadores e agentes públicos envolvidos na trajetória do órgão. Há também duas maquetes no local que retratam a Estação de Tratamento de Esgoto Uberabinha e a Estação de Tratamento de Água Bom Jardim.

Entre os objetos que podem ser observados pelos visitantes estão o primeiro uniforme do Dmae, que data de 1985, uma mesa utilizada na autarquia desde sua inauguração, em 1967, considerada o patrimônio número um do Dmae, e um registro de gaveta, equipamento para controle de abastecimento de água utilizado por 73 anos em Uberlândia, desde antes da criação do próprio Dmae. Uma tampa de bueiro de 1920 com os inscritos “C. M. Uberabinha”, referindo-se ao antigo nome da cidade, também está em exposição.
 
INAUGURAÇÃO
 
Na solenidade, falaram aos presentes o prefeito Odelmo Leão, o vice-prefeito e diretor-geral do Dmae, Paulo Sérgio Ferreira e o presidente da Câmara dos vereadores, Hélio Ferraz, o Baiano.

Foram prestadas homenagens a José Pereira Espíndola, um dos responsáveis pela construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) Sucupira durante a segunda gestão do ex-prefeito Renato de Freitas, entre 1967 e 1971. “Quero destacar a presença do senhor José Pereira Espíndola, que faz parte da fundação do Dmae, da história da água em Uberlândia”, disse o diretor-geral do Dmae.

De acordo com Ferreira, o objetivo do recém-inaugurado museu é resgatar a história do recurso hídrico na cidade. Ele lembrou que a história da água no município se iniciou há mais de cem anos, em 1908, com a captação no Rio Uberabinha para uso da população.

O local também foi apontado pelo diretor-geral do Dmae como uma possibilidade de visitação pelos alunos de escolas municipais que fazem parte do programa Escola Água Cidadã, que promove educação ambiental e uso responsável da água.

“É muito importante o que estamos resgatando para que essas crianças, os alunos que visitam o Dmae venham conhecer e valorizar o nosso tratamento de água e evitar questões como o desperdício hídrico.”
 
SERVIÇO
Museu da Água do Dmae
Onde: Avenida Rondon Pacheco, 6.400, bairro Tibery
Quando: Segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »