08/04/2019 às 17h40min - Atualizada em 09/04/2019 às 08h50min

Empreendedoras abrem portas para o mercado de ovos de páscoa fit e diet em Uberlândia

Investimento agrada parcela da população que tem dieta restritiva

BRUNA MERLIN
Ovo fit de ganache meio amargo | Foto: Arquivo Pessoal| Foto: Divulgação
A duas semanas para a Páscoa, comemorada no dia 21 de abril, os ovos de chocolate ocupam cada vez mais espaço nas gôndolas de supermercados, mercearias e similares em Uberlândia. Além dos produtos tradicionais que já fazem parte da cultura brasileira, o mercado está abrindo portas para agradar aos consumidores que têm dietas restritas ou priorizam uma alimentação mais saudável.

O Diário de Uberlândia conversou com empreendedoras da cidade que estão investindo na produção de ovos fit e diet para atender a demanda que vem crescendo a cada dia.

A empresária Thassya Rossane Guedes, dona da loja de comidas Fit Pecado Permitido, trabalha há dois anos no segmento e afirma que o mercado ainda tem muito para crescer no município. “A ideia surgiu quando eu comecei a buscar alternativas mais saudáveis para o meu próprio consumo e, com isso, veio a oportunidade de abrir o meu negócio”, explicou ela.


Ainda segundo a jovem, de 29 anos, este é o primeiro ano em que ela aposta na venda dos ovos saudáveis e as expectativas são grandes. “Eu já vendo lanches e doces fit, mas a população começou a pedir pelos ovos. Inclusive a maior procura é dos pais que querem ensinar os filhos a comerem um chocolate que não afete tanto a saúde. Além disso, têm os casos de pessoas com intolerância a lactose e diabéticos, e meu objetivo é atender todo esse público”, ressaltou.

O objetivo também é compartilhado pela proprietária da Uai Cakes, Daniela Fernandes Dias. Mesmo trabalhando com doces há seis anos, ela apostará no mercado segmentado durante esta Páscoa.


Ovo fit de 
Ganache de Brownie com Mix de Frutas Desidratadas |
Foto:  Divulgação

“No ano passado muitas pessoas vieram procurar esse produto na loja e eu vi uma oportunidade de investir. Agora eu ofereço ovos tradicionais, trufados, de colher, diet e fit. Ampliamos bem o nosso cardápio para atender a todos os perfis de clientes”, disse a empreendedora.

Para a Ana Angélica Alves Tomé, dona do ateliê Ana Chocolatier, a procura por sobremesas mais saudáveis aumentou devido à melhora na qualidade dos produtos.

“Antigamente, os doces sem açúcar não eram tão gostosos quanto os tradicionais. Atualmente, as empresas e indústrias estão investindo mais nesses clientes que têm restrições e utilizando ingredientes melhores”, explicou.


Ovos diet da Ana Chocolatier |
Foto: Divulgação

Ana Angélica, que trabalha há mais de 15 anos com doces, irá investir nos ovos diets em 2019. A expectativa para as vendas ainda é pequena, pois, o carro-chefe da loja continua sendo os chocolates tradicionais. “Apesar de ser o primeiro ano que crio esses produtos, tenho a intenção de expandir e desenvolver receitas mais gostosas para os chocolates diets. Quero que as pessoas tenham a oportunidade de comer algo bom e prazeroso sem afetar a saúde”, finalizou.
 
PREÇOS
O valor dos ovos de Páscoa fit e diet variam de R$ 75 a R$ 120. De acordo com as empresárias, os preços são altos devido aos custos com a produção.

“A diferença de valor entre os ovos tradicionais e os ovos fit é muito alta tanto para quem compra quanto para quem produz. Em média, o meu custo com ovos tradicionais é de R$ 20, já com os sem açúcar chega a quase R$ 104”, explicou Ana.

Para Thassya Guedes, o que impede o mercado de crescer é justamente o valor da matéria-prima. Além disso, os ingredientes utilizados não são de fácil acesso. “Muitas vezes eu preciso encomendar os insumos de outros estados para fazer os ovos”, disse a empresária.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »