03/04/2019 às 19h10min - Atualizada em 03/04/2019 às 19h10min

​Coveiro mata irmã de 83 anos e oculta corpo em Uberlândia

Autor confessou o assassinato que teria ocorrido há cerca de dois meses no bairro Taiaman

CAROLINE ALEIXO
Ocorrência foi registrada na área do 32° BPM em Uberlândia | Foto: Diário de Uberlândia
Um homem de 57 anos foi preso em flagrante, nesta quarta-feira (3), após confessar ter assassinado a irmã de 83 anos, no bairro Taiaman, em Uberlândia. De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime ocorreu há aproximadamente dois meses e o suspeito teria ocultado o corpo em um matagal da região.

A ocorrência foi iniciada depois que o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) recebeu informações de que a idosa, dada como desaparecida, havia sido morta. Os militares se deslocaram até a casa do suspeito, na rua Cobre, onde ele confessou o crime. A polícia encontrou o cadáver em uma cova na mata que fica na rua Tungstênio.

Segundo informações da PM, as discussões entre os irmãos eram constantes. A maioria delas era relacionada ao fato de a idosa não gostar de tomar banho. O homem relatou ainda que, por causa das brigas recorrentes, tinha dificuldade de conviver com a irmã, que morava de favor na casa dele. Foi durante uma dessas brigas que ele disse ter jogado água na idosa, que teria morrido na manhã seguinte à agressão.

A PM apurou que o homem ainda esperou quase 24 horas para levar o corpo até a mata e enterrá-lo, com o intuito de não ser visto pelos moradores da região. O cadáver só foi localizado hoje, cerca de dois meses após o fato, após a polícia receber a denúncia. Não há informações sobre a causa da morte. 

O homem foi levado até a Delegacia de Plantão e a Polícia Civil irá conduzir as investigações do caso.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »