02/04/2019 às 18h27min - Atualizada em 02/04/2019 às 18h27min

Uberlândia é a 1ª cidade do Brasil em geração de energia fotovoltaica

Ranking revela que a cidade está à frente de cinco capitais em potência instalada de fonte de energia solar

DA REDAÇÃO
Uberlândia registrou em torno de 12 megawatts (MW) de potência, conforme dados da Aneel | Foto: Divulgação
Uberlândia lidera o ranking nacional de cidades com maior potência instalada de fonte de energia solar fotovoltaica no Brasil. A informação consta do novo relatório publicado pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) e foi divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira (2).

O levantamento foi feito com base nos dados atualizados no mês de fevereiro pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O município ficou à frente de capitais como Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza e Cuiabá.

No atual levantamento sobre potência instalada, Uberlândia registrou em torno de 12 megawatts (MW) de potência, o equivalente a quase 2% do que é produzido pelo setor no país e cerca de 9% do que é originado em Minas Gerais, também o estado com melhor resultado no ranking, com 137 MW instalados.

O ranking da Absolar considerou ainda a geração de energia solar por micro e minigeração distribuída. Segundo a Aneel, a microgeração distribuída corresponde à central geradora de energia elétrica, com potência instalada menor ou igual a 75 quilowatts (kW), conectada na rede de distribuição por meio de instalações de unidades consumidoras.

Já a minigeração distribuição diz respeito a unidades com potência instalada superior a 75 kW e menor ou igual a 5 MW. No Brasil, a potência desses dois tipos de centrais já soma 630,4 MW.

Conforme os dados da agência, em Uberlândia, os cerca de 12 MW de potência instalada estão presentes em 812 unidades consumidoras com geração distribuída e outros 1.023 consumidores são beneficiados pela transferência de crédito da energia produzida. Os consumidores residenciais são os principais usuários da fonte fotovoltaica, seguidos pelos do comércio.

 

NÍVEL INTERNACIONAL 

Ainda segundo as informações da Prefeitura de Uberlândia, em outra pesquisa divulgada em março do ano passado, a cidade se destacou como uma das 100 cidades mais verdes do mundo. O estudo na área ambiental foi realizado pela entidade Carbon Disclosure Project e difundido pela agência de notícias Bloomberg. 

O levantamento relacionou, dentre os 570 municípios considerados globais, aqueles que já usam 70% ou mais de fontes renováveis (hidro, eólica, solar e biomassa) para prover eletricidade à população.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »