23/03/2019 às 09h40min - Atualizada em 23/03/2019 às 09h40min

Grupo busca romper barreiras do preconceito no mercado da moda em Uberlândia

Empowered Blacks tem como objetivo ajudar homens e mulheres que não têm condições de ingressarem na área

BRUNA MERLIN
Elas pretendem promover rodas de conversa sobre o universo do empoderamento negro | Foto: Empowered Blacks/Divulgação
Determinação, empoderamento e luta são as premissas que movem o grupo “Empowered Blacks” de Uberlândia, que tem como objetivo ressaltar a força da beleza e da liberdade negra. “Queremos expressar poder, inteligência e dizer que somos iguais a qualquer pessoa”, explicou uma das fundadoras, Ana Luíza da Silva, de 19 anos.

O Empowered Blacks foi criado em dezembro de 2018 por quatro amigas que são apaixonadas por fotografia. Não à toa, a ideia surgiu justamente em um ensaio fotográfico com a vontade de ajudar homens e mulheres negras que sofrem com a falta de oportunidades dentro da área.

“Nós visamos ajudar aqueles que querem ingressar no mercado da moda, como modelo fotográfico ou de passarela, mas que não tiveram chances maiores na vida e nem dinheiro para investir. Também queremos romper a barreira que ainda existe por parte do mercado em contratar pessoas negras”, explicou Ana Luíza.

Por meio do grupo, são proporcionadas apenas sessões de fotos mais acessíveis. Mas esse é apenas um trabalho inicial porque, apesar de ter começado há pouco tempo, as criadoras já sonham com algo maior e que possa mobilizar toda a cidade.

 “Nossa expectativa é ir além. Estamos em busca de patrocínio, divulgação e reconhecimento. Também queremos realizar encontros e rodas de conversa com diversos assuntos sobre o universo do empoderamento negro”, finalizou a jovem.

Os interessados podem participar do grupo e das ações de forma gratuita. Segundo as administradoras, o único valor cobrado é o do fotógrafo, mas o custo condiz com a situação de cada pessoa. Os interessados em obter mais informações sobre como fazer parte do Empowered Blacks podem entrar em contato pelo telefone (34) 9 9250-0252.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »