22/03/2019 às 12h30min - Atualizada em 22/03/2019 às 12h30min

Na sola da bota com Rionegro & Solimões

Dupla mineira faz show este sábado (23) na Capela da Saudade em prol do Hospital do Câncer com participação de Leandro Lins

ADREANA OLIVEIRA
Rionegro & Solimões comemoram 30 anos de carreira em 2019 | Foto: Marcos Hermes/Divulgação
Capela da Saudade vai mandar a solidão embora e vai “na sola da bota e na palma da mão” com shows de Rionegro & Solimões e Leandro Lins nesta sábado (23). A noite solidária tem renda revertida para a ONG Luta Pela Vida, responsável pela manutenção do Hospital do Câncer de Uberlândia.

Rionegro & Solimões saúdam os leitores do Diário de Uberlândia antes de iniciar a entrevista e falam com empolgação do quanto gostam de tocar na Capela da Saudade. “É um prazer estar aí nesse grande show em prol do Hospital do Câncer de Uberlândia, cidade pela qual sempre tivemos um carinho muito grande e abraçou nossa carreira desde o início”, disse Rionegro.

O músico recorda um fato que marcou o início da história da dupla com a cidade. “Tinha uma casa de show chamada Coliseu, onde todo artista queria tocar. No dia em que chegamos para o show lá e vimos uma placa escrito ‘lotado’ foi uma realização, uma conquista. Naquele momento percebemos que as coisas  começavam a acontecer para Rionegro & Solimões”.

A dupla comemora 30 anos de carreira com 15 álbuns e agenda lotada. Sobre a expectativa para o show de hoje, além de ajudar o Hospital do Câncer a finalizar seu centro cirúrgico, é de diversão. “Temos certeza que a galera vai comparecer e faremos um lindo show”.

Para Solimões, Uberlândia é uma das cidades mais importantes do Brasil. “É um esteio da música sertaneja. Vivemos muitos anos só de Uberlândia e região para fazermos uma base”. Se tivessem que escolher um álbum para revisitar e fazer um show completo seria “O amor supera tudo”. “Todas as músicas são importantes, mas esse disco foi um divisor de águas”, dizem sobre o 6º álbum lançado em 1998 que traz, entre outras, “De São Paulo a Belém”, “A gente se entrega” e “Fio da madrugada”.

A dupla mostra um diálogo interessante com o sertanejo atual e isso faz parte da evolução do trabalho. “É preciso evoluir sem perder nossas características, acompanhar o que está acontecendo no mercado, mas precisamos manter nossa identidade, nossa personalidade e principalmente o nosso compromisso com a música sertaneja”.

A estrada que dá acesso à Capela Saudade recebeu melhorias nessa semana e para os organizadores, José Roberto da Silva (JR Leilões) e Eduardo Moraes a expectativa é que o público compareça empeso para se divertir e ajudar a uma causa nobre.
 
LEANDRO LINS 

Outro show da noite é do mineiro Leandro Lins, que depois de cantar em duplas por alguns anos resolveu investir na carreira solo a partir de 2016 com o CD “Um anjo quase perfeito” e no ano passado lançou seu primeiro DVD, “Sertanejada”. “Esse trabalho foi idealizado para contar nossa verdade musical, não nos preocupamos muito com o lado comercial e está caminhando muito bem”, disse o músico.

Para Lins, tudo aconteceu naturalmente. Se não funcionou bem com as duplas, foi um aprendizado para o que estava por vir. “Não me arrependo e agradeço por tudo que vivi. Do ponto de vista técnico, o trabalho solo tem diferenças. Sou um cantor que gosto de colocar minha identidade nos desenhos melódicos, saindo um pouco do padrão, talvez isso dificulte um dueto bem trabalhado como tradicional”.

Com o sertanejo sendo a bola da vez em todo o país, pipocam novos artistas a cada semana e para Leandro Lins, para se destacar é preciso ser fiel à sua essência musical, se preocupar com a interpretação, repertório e ficar antenado no mercado para ser a melhor versão de si mesmo. Leandro Lins afirma que adora Uberlândia pelo acolhimento que sempre teve por aqui e por sua essência. minha identidade nos desenhos melódicos, saindo um pouco do padrão, talvez isso dificulte um dueto bem trabalhado como tradicional”.

Com o sertanejo sendo a bola da vez em todo o país, pipocam novos artistas a cada semana e para Leandro Lins, para se destacar é preciso ser fiel à sua essência musical, se preocupar com a interpretação, repertório e ficar antenado no mercado para ser a melhor versão de si mesmo. Leandro Lins afirma que adora Uberlândia pelo acolhimento que sempre teve por aqui e por sua essência.

SERVIÇO                                                                                                                       
O QUE: Show de Rionegro & Solimões em prol do Hospital do Câncer – Participação: Leandro Lins
QUANDO: sábado (23), 22h
LOCAL: Capela da Saudade (Estrada Municipal 371 – KM 30 – Saída para Araxá, BR-452, Uberlândia)
INGRESSOS: a partir de R$ 15 à venda no Silva Sportes (Pratic Shopping), rede SuperMaxi Supermercados, Pão de Batata (Center Shopping) pelo site bilheteriadigital.com (com taxa de conveniência)
CLASSIFICAÇÃO: 18 anos
INF.: 99194 9328 e 99675 3666

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »