20/03/2019 às 14h06min - Atualizada em 20/03/2019 às 14h06min

Femec projeta alta de 50% em faturamento neste ano em Uberlândia

Feira de máquinas e insumos agrícolas acontecerá de 26 a 29 de março; sindicato rural estima movimentação de R$ 350 mi

NÚBIA MOTA
Lançamento da Femec será nesta quinta-feira (21) no Camaru | Foto: Via-Drones
A menos de uma semana da abertura oficial da 8ª edição da Feira do Agronegócio Mineiro (Femec 2019), o Sindicato Rural de Uberlândia espera ultrapassar em 50% o faturamento do último evento, realizado no ano passado em Uberlândia, quando foram movimentados R$ 232 milhões.
 
Para isso, dentro da estrutura de 200 toneladas que já começou a ser montada no Parque do Camaru, haverá 120 expositores de maquinários agrícolas, insumos e serviços destinados à produção no campo e agentes financeiros com créditos para os pequenos e médios agricultores fazerem negócios nos quatro dias de feira, que ocorre entre 26 e 29 deste mês.
 
Entre as novidades desta 8ª edição, segundo o presidente do Sindicato Rural, Gustavo Galassi, estão o Pavilhão Sucroenergético, com a presença das usinas Vale do Tijuco e Bioenergética Aroeira, acompanhadas de fornecedores do setor; o Pavilhão do Peixe, com exposição de equipamentos, insumos e palestras ligados à atividade; o Shopping Femec, com 28 boxes para pequenos e médios expositores; o Lançamento da Associação dos Bananicultores e o primeiro Encontro de Mulheres Mineiras do Agronegócio, com presença de especialistas do setor.
 
Como neste ano haverá uma oferta maior de crédito e mais condições já anunciadas por agentes financeiros, a expectativa da organização do evento é receber um público superior a 60 mil produtores rurais e chegar a R$ 350 milhões em faturamento. Isso se se deve, segundo Gustavo Galassi, ao fato, por exemplo, de o Banco do Brasil estar com uma meta de passar de R$ 500 milhões para R$ 1 bilhão a disponibilidade de crédito na área para Minas Gerais e de o Bradesco ter transferido, recentemente, uma das suas plataformas do agro de Belo Horizonte para Uberlândia, entre outros casos.
 
“Estamos vivendo um momento muito otimista no agronegócio. Não tem mais justificativa um produtor rural local se deslocar para outra região, porque aqui temos condições iguais ou até melhores do que outras grandes feiras. Na Femec, todos vão ter condições de fazer a compra do ano. Estamos no caminho certo e podemos crescer R$ 150 milhões a cada ano em vendas”, afirmou Gustavo Galassi.
 
A Femec reúne no mesmo ambiente, além de maquinário agrícola, outros segmentos do agronegócio, como genética de sementes, bovinos e equinos e indústria automobilística. Os visitantes ainda terão acesso a um amplo programa, com cerca de 50 palestras gratuitas com profissionais renomados do Brasil.
 
Entre as principais atrações estarão os Campos Demonstrativos de Sementes e Insumos, onde empresas exibirão, em lavouras cultivadas no próprio parque, o que há de mais avançado em tecnologia industrial de sementes, além de insumos como fertilizantes e defensivos.
 
No setor de animais, acontecerão a Feira de Touros e Matrizes PO do programa Pró-Genética e Pró-Fêmeas, dois leilões de elite e exposições especializadas de gado Nelore e de equinos Mangalarga Marchador. Na Arena Automotiva, montadoras apresentarão lançamentos de veículos utilitários e de passeio das principais marcas.
 
SERVIÇO
 A Femec acontecerá dos dias 26 a 29 de março, das 8h às 18h, no Parque do Camaru, na Rua Juraci Junqueira Rezende, 100, Pampulha. A entrada, palestras e o estacionamento são gratuitos.  Para saber a programação completa e ter mais informações, basta acessar o site www.femec.com.br.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »