16/03/2019 às 10h30min - Atualizada em 16/03/2019 às 10h30min

Canal Anticorrupção ainda não recebeu nenhuma manifestação de Uberlândia

Com menos de um mês em funcionamento, serviço estadual já recebeu 16 denúncias

MARIELY DALMÔNICA
Kathleen Garcia disse que as informações são transmitidas de maneira sigilosa | Foto: Lila Alves/Divulgação
Suspeitas de corrupção passiva, fraude em licitação, fraude em contrato e vantagem indevida foram algumas das denúncias recebidas pela Ouvidoria-Geral do Estado (OGE) através do novo canal para o recebimento de acusações sobre atos que prejudicam o patrimônio estadual e a administração pública de Minas Gerais. O serviço começou a funcionar no dia 20 de fevereiro e recebeu 16 denúncias em todo o estado, não sendo nenhuma de Uberlândia até o momento. 

Segundo a ouvidora adjunta Kathleen Garcia, a maior parte das denúncias recebidas é de Belo Horizonte, e algumas de Juiz de Fora. As informações chegam até a Ouvidoria pelo site, e-mail, pelo 162 e também pelo WhatsApp. “No momento em que manifestante entra em contato conosco, ele é atendido por uma central de atendimento que coleta todas as informações necessárias. É importante ressaltar que são tramitadas por maneira sigilosa, para as pessoas se sentirem confortáveis”, disse a ouvidora adjunta.

Após a triagem, o atendente encaminha as denúncias para a Ouvidoria Especializada de Fazenda, que envia para a Controladoria-Geral do Estado (CGE), onde as informações são apuradas. Se as manifestações envolverem a Polícia Militar, a Polícia Civil ou o Corpo de Bombeiros, as demandas serão destinadas para as corregedorias de cada corporação.

De acordo com Kathleen, a Ouvidoria é um canal direto entre o cidadão e o estado, e a população deve auxiliar. “Tanto no caso de corrupção, quanto no caso de melhorias de serviços. No caso de problemas administrativos, nosso objetivo é buscar uma solução junto aos órgãos, e a partir daí, auxiliar na melhoria do serviço”, afirmou a ouvidora.

Dentro da OGE funcionam diferentes ouvidorias específicas, a novidade é que agora o órgão conta com um canal anticorrupção e uma equipe própria para atender, segundo a ouvidora. “Quando o cidadão liga para o 162, ele sabe que pode ter diferentes atendimentos. Aqui concentramos todas as áreas”, disse Kathleen.

Os interessados podem fazer as denúncias ao serviço pelo e-mail [email protected] e buscar mais informações pelo site da  Ouvidoria-Geral do Estado. O número do Disque-Ouvidoria é 162 ou pelo WhatsApp (31) 99802-9713. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »