12/01/2019 às 09h00min - Atualizada em 11/01/2019 às 17h56min

Setor de loteamentos pode ter 10 lançamentos em 2019

Em recuperação, mercado negociou cerca de 1400 terrenos em novos empreendimentos no ano passado

MARIELY DALMÔNICA
Nascente, no bairro planejado Portal do Vale, comercializou 600 lotes até dezembro. | Foto: Divulgação
Em 2019, cerca de dez loteamentos devem ser lançados ao longo do ano, segundo a Associação das Empresas de Loteamento e Desenvolvimento Urbano do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (Aelo-TAP). No ano passado, depois de algum tempo em baixa, as vendas de terrenos tiveram uma melhora em Uberlândia. O Diário de Uberlândia conversou com especialistas e empreendedores.

Uma das questões apontadas para uma retração deste segmento está na aprovação do loteamento, que pode demorar até sete anos no município de acordo com José Eduardo Ferreira, Ceo da ITV Urbanismo e presidente da Aelo-TAP. “Passamos por um período onde tivemos vários problemas com aprovação, ficamos um ano (2017) sem nenhum lançamento. Agora, montamos um manual de aprovação de projetos com a Prefeitura”, disse. Já em 2018, três empreendimentos foram lançados e comercializaram mais de 1.400 terrenos. “A partir do momento que passamos a ter produtos, passamos a vender. Antes, o pouco consumidor que comprava, não tinha o que comprar”, afirmou o presidente da associação.

Para José Roberto Neves, diretor da Construtora JRN, mesmo com as opções de casas e apartamentos prontos, os moradores de Uberlândia sempre gostaram de comprar um terreno para construir a própria casa ou para garantirem uma moradia para os filhos futuramente. “O mercado é bem amplo e a cidade é grande, a exigência por produtos bons tem aumentado, e a localidade é um ponto alto. A maioria não compra esperando vender, mas se for preciso, é melhor um lugar bem localizado”, disse. Ele ainda completa que “apartamentos são padrão e a casa você projeta de uma maneira diferente. Mesmo que demore a construir, o objetivo é esse.”

Desde o segundo semestre de 2018, o mercado imobiliário teve mudanças. No último quadrimestre, a procura por lotes na cidade aumentou, inclusive na internet, segundo Fábio Berringer, diretor de marketing e inovação de uma imobiliária. “Viemos de um período com poucos lançamentos, agora o mercado começou a aquecer. Além disso, a crise também foi um problema, o custo do dinheiro ficou alto no Brasil”, afirmou.

Ainda de acordo com Fábio, a maioria dos compradores de lotes vão usá-los como moradia, assim que terminarem de construir. Grande parte do público são jovens que venderam os apartamentos para investir em um lar maior para a família. “Temos vários clientes que vieram do ‘Minha Casa Minha Vida’. Na minha visão, este tipo de apartamento está sobrando em Uberlândia, tanto é que os lançamentos foram congelados”, afirmou.

ZONA LESTE

Três lançamentos de loteamentos de 2018 aconteceram na zona leste de Uberlândia, região que está sendo ampliada e recebendo investimentos de empresários, segundo Rodrigo Segantini, diretor da WV Empreendimentos. “Também estamos fazendo a ampliação da avenida Anselmo Alves do Santos, e isso permitiu abrir vários lotes. A região ficou bem localizada em relação ao Center Shopping, ao aeroporto e a universidade”, disse Rodrigo.

O projeto da WV Empreendimentos é o Nascente, no bairro planejado Portal do Vale, que teve duas etapas de lançamento durante o último ano e comercializou 600 lotes até dezembro. No dia do lançamento, mais de 300 clientes compareceram ao estande de vendas da empresa. “É um projeto a longo prazo, gastamos dois ou três anos construindo, tudo é planejado para ficar em harmonia”, afirmou Rodrigo.

Ainda em 2019, a empresa prevê que mais de 600 lotes sejam vendidos na terceira etapa de vendas do Portal do Vale. Até o momento R$ 15 milhões foram investidos, e mais de R$ 20 milhões devem ser aplicados nos próximos dois anos.

O Quinta Alto Umuarama, empreendimento da Construtora JRN vendeu 304 terrenos na zona leste em 2019, e recebeu mais de mil cadastros de interessados no produto. “Ao longo dos anos, a região se mostrou um novo eixo de desenvolvimento, realizamos diversos investimentos junto com empresas do grupo Alto Umuarama, como abertura de vias e planejamento urbano da região do entorno do aeroporto”, disse o diretor da construtora, José Roberto. O penúltimo lançamento feito pela JRN foi o Praça Alto Umuarama, em 2016.

Em dezembro, a ITV Urbanismo e a Alphaville Urbanismo se juntaram para lançar 518 lotes do Terras Alpha Uberlândia, no bairro Granja Marileusa. Os compradores chegaram a dormir na porta do estande de vendas aguardando o início das vendas, e todos os terrenos foram comprados em cinco horas. A média de preço dos lotes foi de R$ 150 mil, e as parcelas mensais estão na faixa de R$ 500, de acordo com a empresa.
 
EMPREENDIMENTOS                    LOTES COMERCIALIZADO EM 2018
Nascente                                         600 lotes
Quinta Alto Umuarama                    304 lotes
Terras Alpha                                    518 lotes
TOTAL                                             1422 lotes
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »