28/12/2018 às 08h06min - Atualizada em 28/12/2018 às 08h06min

Vendas em shoppings cresceram 5,5% no Natal

Lojistas esperam que número aumente até o fim do mês com trocas e promoções

MARIELY DALMÔNICA COM AGÊNCIA BRASIL
Beatriz diz que movimento cresceu desde a Black Friday | Foto: Mariely Dalmônica
Neste ano, as vendas de Natal cresceram 5,5% em relação a mesmo período de 2017, de acordo com levantamento feito pela Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop). O estudo entrou em contato com cerca de 400 empresas que englobam 30 mil pontos de venda distribuídos em todo Brasil. Ainda segundo a pesquisa, o varejo movimentou R$ 53,5 bilhões durante os dias que antecederam o Natal, e entre os presentes mais procurados por segmento estão moda masculina e feminina (55%), calçados (32%), perfumes e cosméticos (31%), brinquedos (30%), acessórios de moda (19%), livros (14%), celular e smartphone (12%), joias e bijuterias (9%) e eletrônicos e eletrodomésticos (6%).

De acordo com Gustavo Mendes, gerente da Anacapri do Center Shopping em Uberlândia, loja de calçados e bolsas femininas, as vendas entre os dias 20 e 24 de dezembro superaram as expectativas. “Neste Natal, crescemos 14,5% comparado ao ano passado. Fizemos um planejamento diferente e deu certo, trabalhamos com produtos a partir de R$ 79,90 e ganhamos no volume da venda”, afirmou.

Ainda segundo o gerente, o pós-Natal também gerou lucro para a loja, já que muitas pessoas foram trocar presentes, e acabaram comprando algo a mais. “Conseguimos converter R$ 14 mil só no dia 26”, disse Gustavo.

Beatriz Sousa Ribas, dona do Uai PetStore, pet shop localizado no Center Shopping, afirmou que a procura por serviços, como banho e tosa, foi maior do que a venda de acessórios. “Algumas pessoas viajam no fim do ano e querem deixar um conforto maior para o animal, muitas procuram fazer um preventivo de pulga e carrapato”, disse.

Segundo a proprietária do pet shop, cada vez mais as pessoas estão tratando os animais como parte da família, e incluindo-os na lista de presentes. “Tivemos um crescimento nas vendas desde novembro, por conta da Black Friday, e em relação a dezembro do ano passado, o aumento foi de 3,4%”, disse Beatriz, que sempre aguarda ansiosamente pelo período de férias escolares. “30% dos visitantes são de fora [de Uberlândia] e buscam por algo que não tem na cidade deles”, afirmou.

Para Fredson Dourado, superintendente do Uberlândia Shopping, os consumidores estavam mais animados neste ano e o aumento nas vendas deve ficar acima de 5,5%, número divulgado pela Alshop. “Agora entramos em um período forte de trocas e lançamos a nossa liquidação, que costuma ser em janeiro e fevereiro, já nesta semana. Teremos vendas significativas esta semana.”


Gustavo Mendes diz que registrou 14,5% de aumento frente às vendas do ano passado | Foto: Mariely Dalmônica
 
VENDAS DE NATAL
SPC aponta melhor resultado desde 2014

 
 Os brasileiros presentearam mais neste Natal, segundo dados divulgados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). O crescimento de 2,66% no comércio em geral, na comparação com o ano anterior, é o melhor desempenho desde 2014.

A pesquisa levou em consideração as consultas para vendas a prazo entre os dias 4 e 24 de dezembro deste ano, período mais lucrativo do ano para o varejo. No ano passado, foi registrada alta de 2,13%. Nos anos anteriores, houve uma sequência de quedas: -2,29% (2016), -4,16% (2015) e -8,3% (2014).

O gasto médio do brasileiro com os presentes de Natal foi estimado em R$ 115,9. A previsão é de que a data tenha movimentado R$ 53,5 bilhões na economia.
Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, os números refletem o clima de otimismo quanto aos rumos do país, somado à retomada da confiança do consumidor e à expectativa de melhora da economia.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »