27/12/2018 às 08h04min - Atualizada em 27/12/2018 às 08h04min

Rodovias registram alta de acidentes no natal

Houve cinco ocorrências a mais do que em 2017, sem nenhum óbito

VINÍCIUS LEMOS
Mais de 2,4 mil veículos foram flagrados trafegando em alta velocidade | Foto: Divulgação
O feriado prolongado de Natal não registrou óbitos nas rodovias federais que passam por Uberlândia, mas ao todo houve 18 pessoas feridas em 14 acidentes ocorridos entre os dias 21 e 25 deste mês, segundo a 15ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Dois desses acidentes foram considerados graves. Mais de 2,4 mil motoristas foram flagrados dirigindo acima da velocidade máxima permitida em operações com radares móveis no período. No comparativo com 2017, a PRF registrou cinco acidentes a mais neste ano, entretanto no ano passado uma pessoa morreu em ocorrências durante o Natal.

A maior parte dos acidentes, de acordo com o inspetor chefe da polícia rodoviária, Matheus Rodrigues, foi causada pelo excesso de velocidade combinado com as chuvas. “O pessoal não tira o pé e a pista molhada mistura água com óleo. A maioria dos acidentes foi de saídas de pista nas quais os envolvidos ficaram ilesos ou com ferimentos leves”, afirmou.

Entretanto, dois acidentes se destacaram, sendo o pior deles na BR-365, de frente à base da PRF, no domingo (23), quando um motociclista de 71 anos bateu na traseira de um caminhão. A colisão aconteceu sem frenagem da moto, enquanto o veículo de carga passava com velocidade reduzida sobre um quebra-molas. Segundo os policiais, pode ter havido desatenção do motociclista ou ele sofreu um mal súbito. Ainda no fim de semana, um carro que vinha de Uberaba, sentido Uberlândia, na BR-050, perdeu o controle e atravessou pista caindo na vala da rodovia.

O volume de veículos circulando ficou dentro do esperado, segundo a PRF, com tráfego tendo aumentado em até 30% nas rodovias.
 
FLAGRANTES
 
Ao todo foram flagrados 2.412 veículos trafegando em alta velocidade pelas rodovias federais que passam por Uberlândia, como BR-050, BR-365 e BR-153. Todos foram autuados, sendo mais da metade com velocidade 50% acima do permitido nas vias, o que pode acarretar na suspensão da carteira do condutor, além da multa gravíssima. Autuações e imagens dos veículos flagrados são enviados para o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) para que se possa abrir o procedimento administrativo contra o condutor em casos como esses. Um veículo foi flagrado a 195 km/h na noite de terça-feira na BR-365.

Ao todo, mais de 820 veículos foram fiscalizados e 338 testes de bafômetros foram feitos, nos quais sete pessoas foram flagradas e autuadas por embriaguez ou por se recusarem a passar pelo teste. No decorrer da operação de Natal, 25 veículos foram recolhidos pela PRF de Uberlândia por motivos diversos.
 
NOVA OPERAÇÃO
 
Amanhã (28) a operação para o feriado prolongado do Réveillon terá início também em todo o País e vai até o fim do dia 1º de janeiro de 2019. O efetivo é aumentado e as fiscalizações acontecerão da mesma forma que no Natal.
 
 BALANÇO NACIONAL
 País teve mais de 70 ocorrências por hora

AGÊNCIA BRASIL

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou ontem o balanço nacional da Operação Rodovida que, entre 21 e 25 de dezembro, registrou 72.725 flagrantes de excesso de velocidade em rodovias federais de todo o país. Ao longo dos quatro dias, os agentes policiais notificaram 8.513 ultrapassagens irregulares, mais de 70 ocorrências por hora.

Segundo a corporação, as equipes atenderam a 1.166 acidentes, dos quais 303 foram considerados graves, resultando em 89 mortes e 1.485 feridos. Em Goiás, três adultos, duas crianças e duas bebês morreram no último sábado (22) em um acidente no km 80 da BR-153, em Porangatu, no norte do estado. O acidente envolveu três caminhões e dois carros de passeio.

No Natal do ano passado, foram registrados 1.352 acidentes em rodovias federais, sendo 252 considerados graves, que resultaram em 79 mortes. A diferença é que, naquele período, a operação cobriu cerca de um terço dos veículos fiscalizados neste ano. Ao todo, nos quatro dias de feriado de 2017, a PRF abordou 33.133 pessoas, número que saltou para 155.600 na ação deste ano.

Em nota, a PRF informa que, com o policiamento, foi possível detectar 1.907 casos de motoristas que dirigiam após ingerir bebida alcoólica, de um universo de 59.963 submetidos ao bafômetro. Em média, verificou-se um flagrante a cada 21 testes de alcoolemia aplicados.

Mais 5.807 motoristas foram autuados por trafegar sem cinto de segurança e 946 motociclistas por estar sem capacete. Além disso, 1.020 motoristas transportavam crianças sem utilizar os equipamentos adequados para essa finalidade, como bebê-conforto, cadeirinha e assento de elevação.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »