04/12/2018 às 10h07min - Atualizada em 04/12/2018 às 10h07min

Imóveis são interditados após deslizamento de terra

CAROLINA PORTILHO
Deslizamento em obra de viaduto compromete casas | Foto: Via Drones
As chuvas registradas no último fim de semana causaram alguns estragos em Uberlândia. Um dos pontos mais críticos foi na obra do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) na BR-365, em que muros de imóveis próximos à reconstrução de um viaduto desabaram após talude ceder e causar deslizamento da terra. A obra fica na divisa dos bairros Marta Helena e Roosevelt. Ninguém ficou ferido e de acordo com a Defesa Civil, algumas residências e comércios foram interditados em sua totalidade e outros parcialmente visando a segurança das pessoas, já que há riscos de novos deslizamentos por conta do período chuvoso.

“Nos locais onde os muros caíram não tinha moradores, só na oficina, mas não teve feridos. A interdição é de modo preventivo, pois estamos em época de chuvas constantes. A construtora responsável pela obra do Dnit foi acionada, está ciente de tudo e está tomando as providências para que os problemas sejam solucionados e para evitar que registros da mesma natureza ocorram novamente”, disse o capitão João Batista Afonso, diretor da Defesa Civil.

A reportagem entrou em contato com o Dnit, que informou por meio de nota que deslocou equipes para o local, juntamente com a Defesa Civil, para verificar a situação e definir as providências a serem tomadas. Também foram registrados pontos de alagamentos na proximidade do Camaru, embaixo do viaduto da BR-050, na avenida Anselmo Alves do Santos, avenida Getúlio Vargas, além do córrego que transbordou que fica na travessia do bairro Granada. Ainda segundo a Defesa Civil, equipes também foram acionadas por conta de infiltrações em residências e queda de árvores.

“Esses registros estão dentro da normalidade. Foram muitos chamados, ainda não temos os números fechados, mas as equipes continuam nas ruas concluindo os trabalho de limpeza das vias e desobstrução de bocas-de-lobo”, disse o capitão Afonso.
 
PREVISÃO DO TEMPO
Em dois dias choveu metade do esperado no mês de dezembro

O setor de Climatologista da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) informou que no fim de semana o volume de chuvas chegou a 139,2mm. A previsão para todo o mês é de 300mm, ou seja, em dois dias choveu quase a metade do que estava previsto para dezembro inteiro. Até ontem, o acumulado era de 150mm e de acordo com o professor e climatologista do setor Paulo César Mendes, deve chover esta semana toda, principalmente no final da tarde e no período da noite.

Conforme informou o Diário de Uberlândia, o volume de chuvas registrado em novembro e outubro ficou acima das médias históricas. Até o dia 29 de novembro, choveu 330mm, 51% acima da média histórica do período, que costuma ser de 218mm. Em outubro, o percentual também ficou acima da média, nos mesmos 51%, chovendo 182mm, sendo o previsto de 120mm.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »