08/11/2018 às 08h00min - Atualizada em 08/11/2018 às 08h00min

XV de Novembro prepara retorno ao profissional

O médico Abelardo Penna é o novo presidente do tradicional clube local, que disputou a elite do Mineiro em 1985 e 1986

Éder Soares

Fernando Lima e Abelardo Pena (em foto, durante última eleição do UEC) estão à frente do projeto (Divulgação)
O ano de 2019 deverá marcar o retorno ao futebol profissional de Uberlândia de um dos clubes de maior tradição na cidade. O médico ortopedista Abelardo Penna confirmou, por intermédio de rede social, que está trabalhando em um projeto de reativação do XV de Novembro Esporte Clube, em parceria com o advogado Fernando Lima. Abelardo já é o presidente do clube e o mandato vai até o dia 31 de dezembro de 2021.
Desde 2014, o clube estava sob a guarda do músico Fernando Pires, que já não tem mais nenhuma ligação com a instituição.

O XV de Novembro foi fundado em 1956 e conquistou o tetracampeonato Amador da Liga Uberlandense de Futebol (LUF) entre 1980 e 1983. Em 1982, quando era comandado por pessoas ligadas à Universidade Federal de Uberlândia, a equipe foi profissionalizada e disputou pela primeira vez o Campeonato Mineiro da Segunda Divisão.
Em 1984, o clube conseguiu o acesso para a elite estadual com a conquista do vice-campeonato. Disputou a Primeira Divisão em 1985 e 1986, mas com o rebaixamento no último ano o clube pediu licenciamento, retornando ao futebol amador em 1987. O time protagonizou quatro confrontos contra o Uberlândia Esporte Clube. Em 1985, a equipe bateu o Verdão por 2 a 1, e na segunda partida prevaleceu o empate em 1 a 1. Já em 1986, ano do descenso, o UEC venceu o primeiro duelo por 2 a 0, e o segundo jogo por 1 a 0.

Em 2014, antigos conselheiros do clube fecharam parceria com o Uber Futebol Clube, fundado por Fernando Pires. Com a fusão, foi criado o XV Uber Futebol Clube, numa tentativa frustrada de disputar a Terceira Divisão daquele ano, o que não aconteceu porque o clube não conseguiu entregar a tempo na Federação Mineira de Futebol (DMF) a documentação necessária, antes da realização do conselho técnico. A diretoria do XV chegou a apresentar o ex-zagueiro da Seleção Brasileira, Flamengo e São Paulo, Júnior Baiano, como treinador da equipe, além da Nike como fornecedora de material esportivo.

Abelardo Penna, que foi candidato a presidência do Uberlândia Esporte Clube em 2017, perdendo para Flávio Gomide por uma diferença mínima de três votos, não quis falar com a imprensa, mas divulgou uma nota em sua página pessoal do Facebook afirmando a formatação do novo projeto de futebol profissional da cidade.
“Venho por intermédio do presente esclarecimento, informar que o XV de Novembro Esporte Clube, que tem por nome fantasia Uber FC, é um projeto conjunto para o futuro, assumido apenas e tão somente por Abelardo Penna e Fernando Lima, não tendo nada a ver com a chapa denominada “Novo UEC”, que conforme reiteradamente já dissemos ficou encerrada no dia das eleições do Uberlândia Esporte Clube.

É um estágio embrionário, que ainda encontra-se em fase de preparação documental e de registros, e não há neste momento como fornecermos maiores detalhes sobre formação de equipes de base ou profissional para o ano de 2019. Assim que tivermos a entidade preparada para iniciar suas atividades, seja no próximo ano ou nos demais anos, informaremos maiores detalhes”, disse.

Notícias Relacionadas »
Comentários »