07/11/2018 às 08h29min - Atualizada em 07/11/2018 às 08h29min

Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição

Presidente eleito fez ontem a 1ª visita a Brasília após as eleições e disse esperar aprovação de parte da Reforma da Previdência

AGÊNCIA BRASIL
Na primeira visita ao Congresso Nacional desde que foi eleito, Jair Bolsonaro reafirmou seu compromisso com a Constituição Federal, e afirmou que todos os Poderes da República têm o compromisso de preservar a Carta Magna, que completa 30 anos.

“Na democracia só existe um norte que é o da nossa Constituição. Juntos, vamos continuar construindo o Brasil que nosso povo merece. Temos tudo para ser uma grande nação”, disse ao declarar estar feliz com o retorno à Casa e lembrar que os presentes na sessão ocupam cargos chaves capazes de mudar o futuro da nação.

Pouco antes, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, defendeu que, passadas as eleições, o Brasil precisa encontrar um ponto de união em meio às diferenças. Durante o evento, Toffoli defendeu dedicação às reformas essenciais e destacou, como principais, as mudanças previdenciárias, tributárias e fiscais e a promoção da segurança pública.

“É momento de reafirmar nosso comprometimento com a manutenção e longevidade da nossa Constituição. País sempre demanda atualização da Carta. É hora de celebrarmos um grande pacto nacional para juntos trilharmos caminho na busca de reformas fundamentais que precisamos enfrentar”, disse.

Toffoli disse ser testemunha de que o Congresso tem conseguido atualizar as leis com a votação de emendas e projetos e assegurou que o Judiciário continuará sendo moderador nas questões fundamentais para o país que precisarão ser apaziguadas.

Toffoli também propôs um empenho do poder público para resolver os problemas da segurança pública, que é um tema recorrente no discurso de Bolsonaro. "É premente uma ampliação dos esforços, em âmbito nacional, em relação à segurança pública, que seja capaz de combater o crime organizado, a crise do sistema carcerário e o aumento da violência. O país necessita de um ambiente seguro para o cidadão brasileiro viver", disse Toffoli.

"A Constituição de 1988 é viva. É uma Constituição que se permite ser modernizada, sempre respeitando a essência imutável do texto constitucional, seja através de emendas à Constituição, seja por meio da jurisprudência dos tribunais, em particular da Suprema Corte", afirmou.
 
PREVIDÊNCIA 

Jair Bolsonaro confirmou que tratará da aprovação da reforma da Previdência com o presidente Michel Temer em reunião marcada para esta quarta-feira, no Palácio do Planalto.

Segundo ele, é importante que "saia alguma coisa", mas ele disse que isso dependerá da vontade do Legislativo. "Tem que sair [alguma aprovação este ano]. Gostaríamos que saísse alguma coisa. E não é o que nós queremos ou o que a equipe econômica quer, mas o que a gente pode aprovar na Câmara ou no Senado", afirmou.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »