09/10/2018 às 14h35min - Atualizada em 09/10/2018 às 14h35min

Dois homens são presos e 640 kg de maconha apreendidos

NÚBIA MOTA
Droga estava toda em um carro de passeio e vinha do Mato Grosso do Sul (Divulgação)
Foram apreendidos, na manhã dessa terça-feira (9), 640 kg de maconha, divididos em 710 tabletes, e mais 8 kg de skunk, separados em 38 pacotes, na MGC-497, dentro do perímetro urbano de Uberlândia. A droga vinha em um carro, mas o motorista conseguiu fugir. Outros dois motoristas, que serviam de batedores, foram presos em outros dois carros. Eles foram levados para a delegacia da Polícia Federal (PF) e os três veículos apreendidos.

Segundo a Polícia Militar (PM), as drogas saíram do Mato Grosso do Sul para abastecer as regiões do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.  A prisão foi feita graças a uma denúncia anônima aos militares, que montaram barreira e conseguiram abordar os carros. Um dos motoristas, que carregava a droga, não atendeu a ordem da polícia e fugiu a pé pela vegetação à beira da rodovia.

Essa é quarta grande apreensão de drogas em Uberlândia neste ano. Em julho, a PF apreendeu um carregamento com 770 kg de maconha e skunk também na MGC-497, pertencente a uma organização criminosa que iria distribuir a droga na cidade e municípios da região, Belo Horizonte e nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Além do motorista do veículo usado no transporte da droga, outros quatro criminosos foram presos em Dourados (MS), com mais 5 toneladas dos mesmos tipos de droga, enquanto tentavam despachar o material para Uberlândia, em um caminhão de mudanças de uma empresa especializada. Os criminosos trabalhavam em uma espécie de consórcio, a fim de dividir os custos com a compra da droga e a logística do transporte.

No mesmo mês, um motorista foi pego em um posto na BR-365, com 681 kg de maconha e skunk, que vinha de Campo Grande (MS) até chegar em Uberlândia em um carro de passeio abarrotado de droga até no teto.  Em maio, foram apreendidos 1.112 kg de maconha, novamente na MGC 497, em um veículo. 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »