18/09/2018 às 07h59min - Atualizada em 18/09/2018 às 07h59min

MP identifica 1,2 mil hectares desmatados

DA REDAÇÃO
A Operação Mata Atlântica em Pé, que é de âmbito nacional, revelou o desmatamento de cerca de 1.200 hectares de Mata Atlântica em Minas Gerais. Os dados foram produzidos pelo Núcleo de Combate aos Crimes Ambientais (Nucrim), do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), após a fiscalização de 70 propriedades e 157 polígonos, nos municípios de Curral de Dentro, Águas Vermelhas, Medina, Cachoeira de Pajeú e Santa Cruz de Salinas.

O MPMG contou com o apoio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Ibama e Polícia Militar de Meio Ambiente. Ainda de acordo com o Nucrim, duas pessoas foram presas em flagrante, foram lavrados 48 autos de infração ambiental e aplicados mais de R$ 5 milhões em multas. Foram apreendidas quatro armas de fogo, uma arma branca, 4.413 m³ de lenha e carvão, além de dois pássaros.

BRASIL

A operação, que envolveu Ministérios Públicos e órgãos ambientais de 15 estados, confirmou o desmatamento de mais de 3.000 hectares de mata no país. Durante a operação, realizada na última semana, foram fiscalizadas cerca de 300 propriedades previamente definidas a partir de imagens de satélite. Foram apreendidos mais de 5 mil metros cúbicos de madeira e emitidas multas que superaram R$ 13 milhões.

A operação foi lançada na penúltima segunda-feira (10), com o objetivo de identificar desmatamentos em áreas Mata Atlântica, punir os responsáveis e cobrar a reparação dos danos. A Operação Nacional Mata Atlântica em Pé, que contou com a participação de polícias ambientais e órgãos públicos da área, foi realizada pelos MPs dos seguintes estados: Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia, Sergipe, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí e Ceará.

O bioma da Mata Atlântica está presente em 17 estados brasileiros e cobre, em sua extensão original, cerca de 13% do território nacional, onde vivem aproximadamente 140 milhões de pessoas, que dependem das múltiplas funções ambientais da Mata Atlântica. Apesar disso, continuam ocorrendo desmatamentos em toda a sua extensão.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »