28/08/2018 às 08h27min - Atualizada em 28/08/2018 às 08h27min

Cities traz debates sobre aplicações da tecnologia

Evento promove mais de 50 palestras e painéis até a próxima 6ª feira

VINICIUS LEMOS -
Edição deste ano do Cities foi aberta oficialmente ontem em uma casa de eventos | Foto: Jorge Alexandre Araújo
Aberto oficialmente ontem, o Congresso Internacional de Tecnologia, Inovação, Empreendedorismo e Sustentabilidade (Cities 2018) vai promover, aproximadamente, 50 palestras, painéis e outras ações até a próxima sexta-feira (31). Um dos principais focos é mostrar como a tecnologia pode melhorar a vida da população e impulsionar negócios. Interessados no evento devem fazer inscrição, que custa R$ 100.

Especialistas mostram que a tecnologia está presente em vários estágios no mercado brasileiro, sendo necessário pensar desde uma verdadeira introdução em determinados segmentos ou, em estágios mais avançados, em sua reformulação. “A inovação e a digitalização são coisas diferentes. Não se pode digitalizar por digitalizar. É preciso entender seu processo e como ele funciona [para aplicação da tecnologia]”, explicou Daniel Greca, um dos palestrantes de hoje, que irá abordar a Transformação na Saúde e Geração de Valor ao Paciente.

Um dos tópicos a ser debatido por Greca é que, no caso da Saúde, a tecnologia deve ser pensada como estratégia e não como ferramenta, uma vez que, por meio dela, haverá melhores resultados para o paciente, com menos custos. “Dados têm sido umas das principais matérias-primas para o setor. É preciso analisar e saber como aplicar esse número de dados capturados. Novas empresas nascem e vão mexendo com o mercado”, afirmou.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) discutirá, hoje, coisas que permeiam todo um setor que gasta muito com tecnologia. No caso do painel que o coordenador de inovação digital Renato Cristiano Torres vai trazer, o ponto a ser debatido é a conectividade no campo. Ele explicou ao Diário de Uberlândia que é preciso pensar como a internet pode atender demandas do campo e como ela pode ser aplicada. “A conectividade não é uma realidade em todo o País. Empresas de telecomunicação conversam sobre modelo de negócios e elas querem atuar no mercado agro, mas por exemplo, é preciso rever o modelo de assinantes, em locais onde há interesse. Pode ser que esse modelo não seja viável”, afirmou.

No caso do campo, segundo Torres, pode haver a aplicação da chamada internet das coisas, em que máquinas estão ligadas à internet e há interação com os proprietários. A aplicabilidade de algo do tipo, inclusive, vai do pequeno ao grande produtor, cujos objetivos devem ser analisados, sejam eles para crescimento de produção ou melhora de performance.

MUNDO

CEO de uma empresa de soluções, Anna Paula Graboski ressaltou que eventos como o Cities têm a importância de chamar a atenção para como o relacionamento entre inovação, tecnologia e rotina é rápido e próximo. “As pessoas não estão preparadas para o futuro porque elas não sabem o que está acontecendo. Não por que não querem, mas porque o mundo muda rápido. Quem tem acesso à tecnologia está desatualizado, quem não está fica mais ainda. As mudanças são várias: de consumo ao relacionamento. O conteúdo é extenso”, disse.

Uberlândia, segundo ela, com o evento, se destaca por dar abertura para esse tipo de discussão.
 
SERVIÇO
 

CITIES 2018
Local: Casa Garcia, Av. Maria Silva Garcia, 402, Granja Marileusa
 
PROGRAMAÇÃO DE HOJE
 
9h
Palestra: Rock, Marketing e Cerveja
 
10h
Palestra: Empreendedorismo x Inovação
 
14h
Palestra: "O ecossistema de inovação no caminho para as cidades inteligentes" - Case da Cidade do Porto / Portugal
 
15h
Palestras: Cidades inteligentes e o planejamento urbano
 
16h
Palestra: Cidades Inteligentes e Transparentes - O case de dados abertos de Barcelona
 
17h
Painel: Transformação na saúde e geração de valor ao paciente
 
19h
Palestra magna: Tá preparado para mudança? Senta que lá vem história.
 
19h30
Palestra magna: Gestão do Amanhã - Tudo o que você precisa saber sobre Gestão, Inovação e Liderança para Vencer na Quarta Revolução Industrial.
 
20h30
Palestra magna: 6 competências para surfar na transição digital
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »