25/08/2018 às 10h26min - Atualizada em 25/08/2018 às 10h26min

Orgânicos e pratos típicos ganham espaço no Camaru

Pequenos produtores passaram por capacitação com chef de cozinha

NÚBIA MOTA
Gustavo Galassi disse que sucesso do ano passado motivou repetição de palestras sobre gastronomia | Foto: Christoph Fernandes
Foi apresentada nesta sexta-feira (24) no parque do Camaru, a programação da 55ª edição da Exposição Agropecuária de Uberlândia – Camaru 2018, que acontece de 30 de agosto a 9 de setembro. Pelo segundo ano consecutivo, serão comercializados, no Espaço de Gastronomia Rural, pratos típicos da região e produtos orgânicos e iguarias, como doces e queijos feitos por pequenos produtores. A ideia de fomentar a economia e a gastronomia rural do município faz parte do conjunto de realizações promovidas pelo Programa de Desenvolvimento de Novos Negócios Rurais – Novo Agro, em uma parceria entre o Sindicato Rural e a Secretaria Municipal de Agropecuária, Abastecimento e Distritos.

Como a ideia deu certo na primeira edição, em 2017, neste ano, oito produtores rurais passaram por curso prático e teórico com um chef de cozinha profissional, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A capacitação é uma forma de agregar ainda mais valor às receitas e melhorar o atendimento. Foram passados, por exemplo, noções de montagem de pratos, preparo de ingrediente, higienização, embalagem, estoque de mercadorias e marketing pessoal. “Durante a feira, vamos ter palestras para o público também sobre gastronomia rural com chefs de cozinha. No ano passado, a ideia superou as expectativas. Os próprios produtores rurais não esperavam tanto sucesso. Por isso, nesse ano, aumentamos o espaço dos estandes”, disse Gustavo Galassi, presidente do Sindicato Rural.

Durante os dez dias de feira, serão comercializadas receitas como feijão tropeiro, carne na grelha, pernil assado, saladas, galinhada, salgados, entre outras comidas típicas. Os pratos terão preço acessível, variando de R$ 12 a R$ 18, tanto para o almoço, lanche e jantar. “Por R$ 18, por exemplo, você vai comer filé de tilápia grelhado, com açaí e alcaparras. É uma oportunidade do produtor estar no meio da comunidade e mostrar o que tem na propriedade dele. E é uma forma também da população resgatar a alimentação natural, com os produtos da nossa cultura”, disse a secretária de Agropecuária, Walkiria Naves.

Haverá também um estande da agroindústria no mesmo espaço, com a participação de cerca de 30 produtores, onde serão comercializados produtos como queijo minas artesanal de 10 municípios do Triângulo, mel, doces, banha de porco, geleias, quitandas, todos inspecionados pela Vigilância Sanitária.

O programa Novo Agro foi lançado em novembro do ano passado, com o objetivo de fomentar a economia rural do município em outros quatro pilares principais: agroindústria de pequeno porte, piscicultura, turismo rural e agroecologia.

Confira a programação completa de shows, rodeios, leilões e atividades técnicas no site do evento (www.camaruoficial.com.br).
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »