03/08/2018 às 08h51min - Atualizada em 03/08/2018 às 08h51min

Grupo Pontes de Amor inaugura nova sede

Entidade é responsável por fazer a ligação entre crianças acolhidas e famílias que querem adotar

VINICIUS LEMOS | REPÓRTER
Foto: Thiago Mesquita/Divulgação
A nova sede do grupo Pontes de Amor, cujo trabalho envolve a ligação entre crianças acolhidas e famílias postulantes à adoção, foi inaugurada na noite desta quinta-feira (2), com o objetivo de ampliar o trabalho que hoje atinge 240 pessoas, entre crianças, adolescentes e adultos. O espaço e os valores para reforma da sede foram conseguidos por meio de acordos judiciais.

A coordenadora do Pontes de Amor, Sara Vargas, explicou que a sede própria, que hoje fica no bairro Progresso, vai ajudar na ampliação do trabalho e evitar gastos como aluguel. “Temos maior espaço, poderemos ter mais projetos. Na antiga sede não tínhamos um auditório, por exemplo, agora temos um para até 110 pessoas e poderemos ministrar treinamentos para profissionais da rede. Além disso, temos mais salas de atendimento, espaço voltado ao treinamento de adolescentes, inclusão digital em especial. E ainda mais espaço para oficinas, como cozinha industrial para cursos de gastronomia”, afirmou.

A preparação do espaço demorou oito meses. A nova sede funciona num antigo imóvel que estava sem destinação desde o fechamento de um abrigo. Por meio de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual (MPE), e com acordo feito na Vara da Infância e Juventude, o prédio foi oferecido ao grupo Pontes de Amor, passando a ser sede própria da entidade.

Posteriormente, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público do Trabalho também ajudou na liberação de valores para reforma de todo o imóvel. “A estrutura do imóvel era frágil e o grupo precisava de um recurso expressivo para reforma completa, inclusive com acessibilidade. O aluguel e os funcionários eram pagos por meio de subvenção. Com a sede própria é uma despesa a menos e o valor poderá ser usado na ampliação da equipe de atendimento”, afirmou o promotor Epaminondas Costa.


Prédio foi reformado com verba de acordos judiciais | Foto: Thiago Mesquita/Divulgação
 
ESPERA
Lista por adoções tem 200 pessoas inscritas
 
Em Uberlândia, há 200 pessoas na lista de espera por adoções. Ao mesmo tempo, 50 crianças e adolescentes estão acolhidos em abrigos da cidade. Entretanto, apenas 10 deles estão aptos para a adoção, uma vez que o restante não teve os processos judiciais finalizados sobre sua condição e ainda existe a possibilidade de voltar às famílias biológicas.

Como processo legal obrigatório, o grupo Pontes de Amor é a entidade que ministra os cursos de postulantes a adoção, que é uma preparação adequada para recebimento dos filhos adotivos. A preparação acontece em parceria com a Vara da Infância.
 
O Grupo
Criado em 2012, o grupo Pontes de Amor é uma organização filantrópica sem fins lucrativos, filiada à Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção (ANGAAD), que atua em Uberlândia e no Triângulo Mineiro ao lado da Vara da Infância e da Juventude, de órgãos e Conselhos de Direito da Criança e do Adolescente. Segundo a coordenadora Sara Vargas, o grupo oferece atendimento psicológico, psicopedagógico, reforço escolar, formações específicas para o mercado de trabalho, inclusão digital e orientação jurídica. Os trabalhos também incluem o acompanhamento de pós-adoção, diante da preocupação com a garantia dos direitos de crianças e adolescentes institucionalizados, e dos altos índices de devolução de crianças por famílias adotivas no Brasil e ainda de crises familiares.
 
Nova Sede do Grupo Pontes de Amor
Rua Tomaz Falbo, 160 – Bairro Progresso
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »