25/07/2018 às 12h01min - Atualizada em 25/07/2018 às 12h01min

Parte do prédio da escola Alda Mota Batista é demolida

Local foi atingido por incêndio no dia 16 e apresentava risco de desabamento

IGOR MARTINS | REPÓRTER*
Igor Martins
Foi realizada na manhã desta quarta-feira (25), a demolição de parte da Escola Estadual Alda Mota Batista, localizada na rua Imperatriz Leopoldina, no bairro Tubalina. O local, alvo de incêndio no último dia 16, sofria risco de desabamento. O trabalho foi feito pela Prefeitura de Uberlândia com a ajuda de um trator.

As estruturas demolidas foram aquelas que apresentavam mais riscos, como as paredes que faziam fachada com as ruas Imperatriz Leopoldina e Guerra Junqueira. Mesmo com boa parte da escola atingida pelo incêndio, estes setores eram os mais propensos a chances de acidentes com pedestres e motoristas que passam pelo local.


Demolição foi realizada pela Prefeitura às 8h30 (Igor Martins)

Na última semana, a Defesa Civil encaminhou um laudo com um prazo de 48 horas à Superintendência Regional de Ensino de Uberlândia (SRE), apontando a necessidade de intervenções emergenciais no local. Com o não atendimento do órgão, a Prefeitura de Uberlândia assumiu a responsabilidade pela demolição da estrutura.

ENTENDA O CASO

As atividades da Escola Estadual Alda Mota Batista foram transferidas há mais de 2 anos para uma nova sede, no bairro Jardim das Palmeiras II, depois de quase 3 anos de atraso. O investimento foi de mais de R$ 4 milhões do Governo do Estado. O prédio que pegou fogo apresentava condições precárias antes do incêndio, com rachaduras nas paredes e buracos no piso, vidraças e telhas quebradas, pintura e portas deterioradas, quadra poliesportiva sem manutenção, pia sem torneira e lâmpadas queimadas na sala de aula.


*APRIMORAMENTO PROFISSIONAL
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »