25/07/2018 às 10h23min - Atualizada em 25/07/2018 às 10h23min

Calu firma parceria com grupo francês

MARIELY DALMÔNICA | REPÓRTER
Imagem aérea da unidade em construção adquirida pela Polengui (Divulgação)
Três anos depois de interromper as obras da nova indústria da Cooperativa Agropecuária Ltda. de Uberlândia (Calu), no Distrito Industrial, a unidade foi comprada pela Polenghi, empresa do grupo francês Savencia com atuação em vários países. O contrato também inclui fornecimento de leite e fabricação de alimentos da Calu. O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa, que aconteceu na tarde de segunda, na Prefeitura de Uberlândia.

De acordo com o presidente da Calu, Cenyldes Moura, as negociações começaram em setembro do ano passado, e a previsão é que a obra da indústria termine em seis meses e comece a funcionar em janeiro de 2018. “A obra está 90% concluída. Ela iniciou no fim de 2013 e em meados de 2015 tivemos que paralisar as obras porque o país passou por uma grande crise. Entendemos que a melhor opção seria uma parceria sólida ou até mesmo a venda, e as duas aconteceram.”

Ainda segundo o presidente, a nova empresa deve gerar de 300 a 500 novos empregos na cidade e produzir 500 mil litros de leite por dia. “Essa parceria foi muito importante, além de trazer reforço de caixa, trouxe o contrato de fornecimento de leite, que fortalece toda a cadeia produtiva e trará melhorias para a região”, afirmou Moura.

De acordo com o prefeito Odelmo Leão, os investimentos da nova empresa serão anunciados em breve. “Em um momento de crise como esse, receber essa notícia foi muito importante. Eu sempre disse, quando o município não pode ajudar, ele tem que ser facilitador”, disse o prefeito.
Segundo Gustavo Galassi, presidente do Sindicato Rural de Uberlândia, a situação da cooperativa era preocupante antes da venda da nova unidade, mas “agora Uberlândia talvez seja uma das maiores produtoras leiteiras do Brasil”, disse.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »