18/07/2018 às 07h52min - Atualizada em 18/07/2018 às 07h52min

A Udi Jazz Big Band está de volta

Projeto de extensão da Banda Municipal faz apresentação amanhã na praça Clarimundo Carneiro

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Secom/PMU/Divulgação
Em uma manhã ensolarada e um pouco fria a reportagem chega às imediações do Mercado Municipal de Uberlândia. Um dos locais mais tradicionais da cidade, por alguns dias, teve um atrativo a mais, mesmo para quem apenas passava por ali. Do lado de fora, era possível ouvir clássicos da música mundial. No anfiteatro do Mercado, 11 músicos da Banda Municipal de Uberlândia ensaiavam a retomada do projeto Udi Jazz Big Band, que retorna à ativa amanhã, com show na praça Clarimundo Carneiro.

Entre os nomes contemplados no repertório de amanhã estão Tom Jobim, Frank Sinatra, Roberto Carlos e Ray Conniff, entre outros.
“Esses ensaios, para nós, é como uma volta para casa”, conta Robson Carvalho, baixista e diretor artístico da Udi Jazz Big Band. Ele mostra, a poucos metros, o lugar que abrigou a Escola de Música, ali mesmo no Mercado Municipal, em 1951, de onde saiu a Banda Municipal, que ganhou o nome de Tubal Vilela, então perfeito de Uberlândia.
Robson assumiu o baixo elétrico na Big Band um pouco triste. O posto era de Manoel Duarte, o Nego, falecido no último Carnaval. “A gente tinha uma sintonia muito boa, eu na guitarra e ele no baixo, às vezes quando olho pro lado ainda sinto a presença dele”, disse Robson. Aliás, Nego deverá ser lembrado no concerto de amanhã.

Robson cita ainda o apoio da secretária municipal de cultura, Mônica Debs, que incentivou o retorno da Big Band após cinco anos de hiato.
A agenda da Big Band, que é um projeto de extesão, não interfere na agenda da Banda Municipal, que segue sua agenda regular.
Segundo Samuel Borges dos Santos, diretor da Banda Municipal, a Big Band tem um aparato mais dançante, um equipamento que pode tocar jazz, blues, música secular e Música Popular Brasileira (MPB). Assim, atrai um novo público. “A Banda Municipal é sinfônica, com um repertório nesse estilo que exige uma acústica diferente, sem amplificadores, ao contrário da Big Band”, disse o diretor.
A Banda Municipal conta com uma média de 50 músicos que ensaiam diariamente e participa de diversos eventos na cidade. Com integrantes com idades entre 20 e 60 anos, é um patrimônio de Uberlândia.
 
PADRINHO
 
O ensaio da Big Band Udi acompanhado pela reportagem do Diário de Uberlândia contou ainda com a presença de Eurípedes Barsanulfo Melo, cuja história se confunde com a da Banda Municipal. O pai dele, Antônio de Melo, foi um dos fundadores da Banda na qual Eurípedes atuou desde os sete anos de idade. “Assinaram minha carteira aos 8 anos, não foi  fácil”, recorda o músico aposentado.
Para Eurípedes, o trabalho desses músicos deve ser valorizado e reconhecido. “Onde a banda está todo mundo para e aprecia. A boa música, de qualidade, faz muita diferença na vida das pessoas”, disse o maestro.
Robson Carvalho lembra uma das várias histórias que resumem o início de sua trajetória na Banda e do papel de Eurípedes enquanto regente do grupo.
 “Eu cheguei para ensaiar, no início dos anos 90, estava de bermuda, camiseta e tênis e tinha apresentação marcada. O maestro pediu o cape de um, camisa de outro, meias e sapatos e em 50 segundos eu estava pronto para me apresentar. Esse espírito de família é muito marcante”, conta o músico.

E o ensaio seguiu em clima alegre e descontraído, com  um sorriso no rosto de cada músico a cada canção concluída. E é assim que eles  aguardam a audiência na noite de amanhã. “Esse show vai agradar a família toda. Nós estamos preparados para uma grande performance , mas é claro que o brilho maior se dá junto com o público”, finaliza Robson Carvalho.
 
SERVIÇO

O QUE: Show da Udi Jazz Big Band
QUANDO: Amanhã (19), às 19h30
ONDE: Praça Clarimundo Carneiro
ENTRADA FRANCA
CLASSIFICAÇÃO: livre

BIG BAND MUNICIPAL
Clarinete/saxofone: José Radamés
Saxofone tenor: Mauro Rosa
Saxofone alto: Washington Santos
Trombone: Denilson Brito e Abraão Cardoso
Tuba: Cláudio Pedreira
Trompete: Valci Lourenço e Amauri Nascimento
Bateria: Flávio Humberto
Percussão: Sérgio Sousa
Baixo elétrico e direção artística: Robson Carvalho
 
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »