25/06/2018 às 10h50min - Atualizada em 25/06/2018 às 10h50min

Empresários se preparam para crescer

Sebrae Minas promove workshop para proprietários interessados em melhorar gestão de pet shops

MARIELY DALMÔNICA
Ricardo Henrique abriu pet shop há seis meses e será um dos presentes em workshop (Mariely Dalmônica)
No ano passado, o setor direcionado a animais de estimação faturou R$ 20,3 bilhões no País, quase 5% a mais que no mesmo período de 2017, segundo pesquisa feita pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet). Em Uberlândia, 446 Micro e Pequenas Empresas (MPEs) e Microempreendedores Individuais (MEIs) atuam nesse segmento. Destas, 314 são pet shops. Pensando nesse amplo mercado, o Sebrae Minas irá realizar em Uberlândia um workshop gratuito para quem desejar abrir um pet shop ou melhorar a gestão de negócios. O Conecta Pet acontece na próxima terça-feira (26) e a programação será focada em novas tendências, inovação no mercado e em modelos de negócios.

O Brasil é o 4º maior país do mundo em população total de animais de estimação segundo a Abinpet, ficando atrás dos Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha. Dados da última pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o País tem cerca de 132 milhões de pets nas residências, entre eles: cães (52,2 milhões), aves (37,9 milhões), gatos (22,1 milhões), peixes (18 milhões) e outros répteis e pequenos mamíferos (2,21 milhões).

Ricardo Henrique e Thulio Martins são sócios e abriram a Housepet Estética Animal em janeiro deste ano. Henrique foi o primeiro a se interessar por estética animal. “Antes de abrir o pet shop, fiz um curso e trabalhei por um ano para depois partir para o nosso próprio negócio. Mesmo que a concorrência seja grande, temos muitos clientes”, disse o empresário.

Além de oferecer alimentos, roupas e brinquedos para animais, o pet shop de Martins também trabalha com estética animal e oferece banho e tosa. “Abrimos a loja há cinco meses, mas já atingimos nossas expectativas. Pelo nosso conhecimento, vejo que temos potencial para crescer bem mais e captar mais pessoas. Somos pequenos, mas pensamos muito grande”, afirmou Martins.

Os dois se inscreveram no workshop do Sebrae com o objetivo de se especializarem mais na área em que trabalham. “Conhecimento nunca é demais, temos que estar bem antenados para não ficar para trás. Será a primeira vez que vamos participar de um evento focado em gestão de negócios. Pretendemos focar em todos os aspectos durante o workshop, se nos concentrarmos apenas em uma coisa, outra pode passar despercebido”, disse Martins.

Annyelle Marcelino e Priscilla Rangel são proprietárias da Vitality Pet Clínica Veterinária e Pet Shop há três anos. “Eu sempre fui apaixonada por cães, mas nunca me imaginei trabalhando nessa área. Minha sócia me convidou e eu topei. Hoje nós temos uma clínica veterinária com uma especialista em nutrição, somos pioneiras na região do Triângulo em hidratação a laser para animais, e temos uma novidade: um bar pet, onde oferecemos petiscos em forma de bebidas para os animais e bebidas para os clientes que querem aguardar”, disse Annyelle.

As duas empresárias têm planos para o futuro e também irão participar do evento na próxima terça-feira. “Já fomos em feiras de negócio, mas será a primeira vez em um workshop. Sempre temos um ponto a melhorar e pensamos em abrir uma franquia; ir a esse evento e conhecer pessoas que estão atuando nesse mercado será muito bom”, afirmou Annyelle.

Convidados 

Roberto Viana é sócio e diretor de vendas da Ipê Digital, uma startup de tecnologia focada em sistema de gestão para pet shop. Ele é um dos convidados do Conecta Pet e irá conversar com os interessados sobre a ajuda da tecnologia no dia a dia dos empresários do ramo de animais de estimação. “Nosso objetivo é ajudar o dono na empresa. Qual o maior problema para os donos de pet shop? Eles têm pouco tempo para fazer a gestão do negócio. Quando o cliente adquire o nosso sistema, passa a conseguir gerenciar muita coisa, como estoque e agenda. A gente percebe que a partir do momento em que a gestão do negócio se torna automatizada, sobra mais tempo para focar no desenvolvimento do negócio”, disse Viana.

Jefferson Magalhães, fundador da Zenpet, uma startup que trabalha no desenvolvimento de tecnologia para controle de alimentação e gestão nutricional de cães e gatos, também é um dos convidados do workshop. “Nós usamos o conceito de ‘internet das coisas’, e focamos em algumas inovações para animais de estimação. Estamos lançando um aplicativo que funciona como uma babá eletrônica. São dois alimentadores: um para animais menores e um para maiores. Ele terá uma câmera para o tutor interagir com o pet e um prato que acompanha uma balança, para saber como é o consumo do animal por dia, semana ou mês”, contou Magalhães, que também está desenvolvendo uma fonte de água para gatos.

Para o empresário, o mercado de pet shops tem crescido muito ao longo dos anos e é fundamental que os empresários desse setor se destaquem nele. “A ideia do evento é justamente mostrar para esses empresários as tendências do mercado, as inovações que estão vindo para o setor, para que eles possam se destacar e atrair mais clientes. O objetivo é dar um pouco de embasamento e de orientação para os interessados”, disse Magalhães.

Serviço 

O Conecta Pet é gratuito e será realizado na próxima terça-feira (26) a partir de 18h30, na sede do Sebrae. Os interessados podem se inscrever até o dia do evento na sede da instituição, que fica na avenida João Naves de Ávila, nº 2.627, bairro Santa Mônica, ou pelo site.

Mercado Pet em Uberlândia 

- 446 MPEs e MEIs atuam nesse segmento
- 314 pet shops
- 132 pet shops + serviços de estética

Dados: Sebrae Minas

Animais de estimação no Brasil

- Pets nas residências: 132 milhões
cães: 52,2%
aves: 37,9%
gatos: 22,1%
peixes: 18%
répteis e pequenos mamíferos: 2,21%

Dados: IBGE
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »